Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de São Paulo
Seções
Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Comissões DIREITOS DOS ADVOGADOS IDOSOS Informativos e Notícias Centros Integrados de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa

DIREITOS DOS ADVOGADOS IDOSOS

Centros Integrados de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa

Clique para compartilhar

Os Centros Integrados de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa foram criados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, através da Subsecretaria de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos e constituem-se como uma das estratégias de ação do Plano de Ação para Enfrentamento da Violência contra a Pessoa Idosa. Estão vinculados tanto a Instituições Governamentais como Não-Governamentais e a avaliação e monitoramento de suas ações são realizados pelo Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli – CLAVES/ENSP/FIOCRUZ em parceria com Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – SEDH.
São serviços que visam:

    » fornecer orientação geral sobre Direitos Humanos a qualquer idoso vítima de violência e maus-tratos, informando sobre as garantias legais e encaminhamentos para serviços especializados de atendimento a cada caso específico, articulados a uma Rede de Instituições como: Defensoria Pública, Ministérios Públicos, Serviços de Saúde, Delegacias, Instituições de Longa Permanência, Instituições de Assistência Social, entre outras que se fizerem necessárias;

    » prestar atendimento especializado em Direitos Humanos e Cidadania à população idosa, desenvolvendo ações de atenção, prevenção e promoção de cidadania jurídica, psicológica e social por meio de uma equipe multidisciplinar, composta por assistentes sociais, psicólogos e advogados, capacitada para atender idosos vítimas de violência e maus-tratos. Os Centros prestam os seguintes atendimentos: psicológico, social, jurídico, à família e ao agressor; grupo de convivência, atendimento domiciliar, entre outros.

    » oferecer serviços de mediação de conflito, como instrumento capaz de possibilitar a melhoria da qualidade de vida das partes envolvidas no conflito, configurando-se como uma prática social de realização da autonomia e da democracia.

    A prioridade recai sobre um atendimento humanizado junto à população idosa que procura os Centros, e que tenha sido desrespeitada em seus direitos. Os Centros realizam ações de prevenção à violência através de palestras e capacitações para idosos, familiares e comunidade, com abordagem sobre direitos humanos, cidadania, violência e maus-tratos.

    http://www.observatorionacionaldoidoso.fiocruz.br/centros/index.php

Ações do documento