OAB SP FAZ HOMENAGEM AO JUBILEU DA TURMA DE 1958 DA FACULDADE DE DIREITO DA USP


27/10/2008

Quatro nomes se destacam entre os formandos da Turma de 1958 da Faculdade de Direito da USP, homenageada pela OAB SP nesta sexta-feira (24/10), às 10 horas, no auditório da CAASP, pelo transcurso do Jubileu de sua formatura. São eles: Marcio Thomaz Bastos, Sydney Sanches, Cláudio Lembo e Ives Gandra de Silva Martins.

“São líderes políticos e ícones profissionais, oriundos da mesma turma da Faculdade de Direito,  reverenciada pela OAB SP ”, comenta o presidente da Ordem,  Luiz Flávio Borges D’Urso.

Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça do governo Lula, conselheiro nato da OAB, por ter presidido a Seccional Paulista e o Conselho Federal  da Ordem dos Advogados do Brasil; Sydney Sanchez, ex-ministro do STF por 18 anos, tendo presidido aquele tribunal de 1991 a 1993, incluindo o processo de impeachment de Collor de Mello;  Cláudio Lembo, ex-governador de São Paulo e um dos mais importantes docentes na área do Direito no País, sendo atualmente professor titular do Mackenzie e Ives Gandra da Silva Martins, um dos mais renomados juristas brasileiros, que detém inúmeros títulos, entre eles o de professor emérito da Universidade Presbiteriana Mackenzie;

 

Advogados atuantes, tanto Márcio Thomaz Bastos quanto Ives Gandra da Silva Martins concordam que a advocacia hoje está mais difícil do que no final da década de 50, quando se formaram. Para Márcio Thomaz Bastos, que  voltou recentemente à advocacia depois de ficar por seis anos  afastado, grande parte  à frente do Ministério da Justiça,  as dificuldades da advocacia hoje são geradas por vários fatores, entre eles  pelo incremento do número de cursos de Direito - são mais de mil no país -  e a conseqüente queda na qualidade do ensino jurídico.  “Depois de formado, quando comecei a advogar, na minha cidade natal,  Cruzeiro,  havia menos uma dezena de advogados, hoje a cidade conta com  duas centenas  profissionais”, ressalta.

 

Ives ressalta que a Turma de 1958 produziu uma safra diversificada de profissionais. Dela  saíram 15 desembargadores, muitos professores, advogados, integrantes do MP, delegados, políticos etc.  Para ele, a   advocacia mudou ao longo  desses 50 anos porque ocorreram mudanças no próprio Judiciário, inclusive culturais. Antigamente, os juízes  falavam  somente nos autos e hoje isso mudou, porque embora continuem sendo  todos de altíssimo nível, os membros do Judiciário expõem mais publicamente suas idéias. Para Ives,   a própria TV Justiça traz a público os magistrados e seus votos e os jovens advogados terão de atuar levando em conta os reflexos dessa nova realidade.

 

Representando o governador José Serra, o secretário estadual da Justiça e Cidadania, Luiz Antonio Guimarães Marrey,  lembrou em tom bem humorado a série de eventos que ocorreram no Brasil em 1958, como a conquista da Copa do Mundo de futebol, a vitória de Maria Esther Bueno em Wimblendon, o desenvolvimentismo de JK,  a vitória do rinoceronte Cacareco nas eleições, entre outras. “ Esta é uma homenagem justíssima. E nestes 50 anos, a Turma de 1958 cumpriu seu papel de participar das grandes mudanças pelas quais passou  o Brasil’, comentou.

 

João Grandino Rodas, diretor da faculdade de Direito da USP, representando a reitora  da Universidade de São Paulo, Suely Vilela, destacou que os formandos da Turma de 1958 contribuíram para melhorar o Brasil  ao longo das últimas cinco décadas. Também fez referência à antiguidade da  Faculdade de Direto do Largo São Francisco, que tem uma história de 180 anos, anterior à criação da  USP,  com 75 anos. Citou o caso de  uma faculdade na Escócia, do século XV, que  registra  como  início de sua história a data de inauguração da sua primeira unidade, tradição que a Universidade de São Paulo não segue.

 

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, encerrou a sessão solene de homenagem à Turma de 1958,  aberta pela conselheira e diretora-adjunta da Mulher Advogada e coordenadora do evento, Tallulah Carvalho, na qual  cada um dos formandos da Turma de 1958 recebeu uma placa comemorativa.

 

 D´Urso saudou  a todos na pessoa do professor Ives Gandra de Silva Martins. “ A família forense não pode ser só uma expressão semântica. Tem de ser concretizada diariamente por conta de uma origem comum - os bancos da faculdade de direito, independente da carreira jurídica que cada abraçou , estamos cumprindo papéis diferentes , mas dentro da convergência de ideal que é concretizar a justiça dos nossos sonhos,  que asfaltaram a trajetória profissional e existência de cada um de nós”, enfatizou.

 

Para o presidente a OAB SP, a cerimônia que a OAB SP realiza  para celebrar os 50 anos de formatura é uma das mais especiais por dois  motivos: “ Em primeiro lugar para nunca esquecermos de nossos colegas e, em segundo, para cultuar aqueles que servem de exemplo aos mais jovens, a evidenciar o que representa esta carreira, esta paixão. Esta é uma festa para que pudéssemos num gesto singelo reencontrá-los e oferecer uma placa comemorativa, que materializasse o sentimento de gratidão da entidade em nome da contribuição que todos deram para a Justiça”, finalizou.

 

Todos os homenageados da Turma de 1958 participaram de um almoço comemorativo no Jockey Club de São Paulo. Fez uso da palavra em nome da Turma e 1958, o advogado Lelis Amendolara.

 

Veja a lista completa dos homenageados:

 


ADIB GERALDO JABUR

ADOLFO MILANI FILHO

ALBERTO NIGRI

ALBERTO XANDE NUNES

ALDO THOMAZ

ALFREDO MIGLIORE

ÁLVARO LUIZ DAMASIO GALHANONE

ANDRÉ DE FARIA FRANCO

ANTONIO ALBERTO NEPOMUCENO

ANTONIO GALVÃO FURQUIM REBOUÇAS

ARMANDO DE OLIVEIRA PIMENTEL

BAHIJ AMIN AUR

BENEDICTO SILVEIRA

CARLOS CORNETTI

CARLOS CYRILLO NETTO

CÉLIA TOSHIKO ASATSUMA

CÍCERO FERNANDO ANNUNZIATA

CLARA KOCHEN

CLAUDIO SALVADOR LEMBO

DALICIO GUIGUER

DARCY COELHO DOMINGOS  CORRÊA

DEMITÍLIA GOMES DA SILVA BIANCHI

DORA FEIGUIN

ELVIRA CALCAGNI MANGINI

ENIO ENNIS MINHOTO

EUGEMIR BERNI

EZEQUIEL SEBASTIÃO MAYOR

FÁBIO GASTÃO DONATO PETRACHI

FERNANDO BERTAZZI VIANNA

FRANCISCO ERASMO BARRETO RIBEIRO

GUILHERME HAIEK

HOMERO COZAK

HUGO FERNANDO SALINAS FORTES

IBRAIM CALICHMAN

IRECÊ AZEVEDO MARQUES TRENCH

IVES GANDRA DA SILVA MARTINS

JACYRA PINTO VIEIRA

JOÃO DE AZEVEDO BARRETTO JUNIOR

JOÃO TEODORO D'OLIM MAROTE

JOAQUIM FERRAZ MARTINS

JORGE ANTONIO MIGUEL YUNES

JORGE DE ARAÚJO CINTRA CAMARGO

JOSÉ ABUSSAMRA

JOSÉ AUGUSTO DE TOLEDO

JOSÉ CARLOS DE MORAES SALLES

JOSÉ EDINÉSIO DE PAULA

JOSÉ GONÇALVES JUNIOR

JOSÉ IGNACIO BOTELHO DE MESQUITA

JOSÉ JULIO REILLY ALGODOAL

JOSÉ LUIZ GOMES DA SILVA

JOSÉ TURCATO

JUNIA VERNA FERREIRA DE SOUZA

LEOLINO PEREIRA COSTA

LESLIE AMENDOLARA

LUCIANO FERREIRA LEITE

LUIS FERNANDES DA CUNHA

LUIZ ARTHUR CASELLI GUIMARÃES

LUIZ ARTHUR DE GODOY

LUIZ CARLOS MARQUES

LUIZ EDUARDO PEREIRA BARRETO

LUIZ GONZAGA CURI KACHAN

LUIZA CALIFE SALINAS FORTES

MARCELLO UCHÔA DA VEIGA JUNIOR

MÁRCIO THOMAZ BASTOS

MARCOS WASSERMAN

MARIA APPARECIDA ARRUDA DE TRÊS RIOS

MARIA JOSÉ RIBEIRO CHERMONT

MARIA KOMATSU FUZIHARA

MARIA LÚCIA MACIEL NOGUEIRA

MARIA MARLENE SARACENI

MARIO ANTONIO BARONE

MILTON THEODORO GUIMARÃES

NAIR CIOCCHETTI DE SOUZA

NAZIH CURY MESERANI

NEYDE FABRA DE AZEVEDO MARQUES TRENCH

OSWALDO SALVADOR PETRILLI

PAULO BARRETO

PAULO DE MATTOS LOUZADA

PYRRO MASSELLA

ROBERTO MAURÍCIO GENOFRE

ROBERTO ORTE NOVELLI

ROMEU GUARNIERI

RUTH VIDAL DA SILVA MARTINS

RIAD GATTAS CURY

SERGIO PINHO CARVALHO

SÉRGIO SÉRVULO DA CUNHA

SIDNEY FERNANDES LIMA

SYDNEY SANCHES

TITO DE OLIVEIRA HESKETH

VICENTE PAULO TUBELIS

VIVALDO CASTANHO IAKOWSKY

WAGNER PIRES DE OLIVEIRA

YVONNE DESIRÉE MARIE MALLENTJER

 

 

 

 

 

REPRESENTANTES

ELCY FREIRE MARMORA - REP. ARMINDO FREIRE MARMORA

ERCÍLIA AMARAL SANTOS - REP. ARICÊ MOACYR AMARAL SANTOS

LEDA SYLVIA GALLOTTI DA CUNHA - REP.MILTON GETÚLIO DA CUNHA

MARIA HELENA MONACO - REP. JOSÉ EDUARDO MONACO