OAB SP FESTEJA O CENTENÁRIO DA COMEMORAÇÃO À BANDEIRA BRASILEIRA


18/11/2008

Neste Dia da Bandeira (19/11), às 9h30, em frente ao seu prédio sede – Praça da Sé, 385, a OAB SP comemora o centenário da festa à Bandeira Nacional. Para marcar a data, a Ordem – em parceria com a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) e FenaADVB – dá prosseguimento à “Campanha Nacional do Centenário da Comemoração à Bandeira Brasileira”, lançada em abril do ano passado. O evento contará com a participação da Banda Sinfônica da Polícia Militar, Pelotão de Bandeira e Coral da CAASP.

Na data comemorativa será lançado o  cartaz institucional alusivo ao marco. Traz a imagem de uma Bandeira Nacional tremulando, sendo reverenciada por um orgulhoso casal de brasileiros, com a mensagem de otimismo: “Brasil, levante esta bandeira”. A peça traz ainda um resumo da importância de se festejar o símbolo da Pátria. “Essa é a melhor forma que encontramos para resgatar o culto ao símbolo e mobilizar a sociedade para o sentimento de brasilidade. Esperamos que esta iniciativa seja replicada e praticada por todos os recantos do Brasil e que em cada lar, estabelecimento comercial, unidade pública ou privada, permanentemente, haja a Bandeira Nacional exposta”, diz o presidente da OAB SP – Luiz Flávio Borges D’Urso.

Instituída em 1889, a Bandeira Nacional só passou a ser comemorada a partir de 1908, quando uma Comissão de Notáveis, dentre eles Lauro Sodré, Alípio Bandeira e Olavo Bilac, propôs que o Pavilhão Nacional fosse condignamente festejado. O projeto da Bandeira é de autoria de Raimundo Teixeira Mendes, assessorado pelo astrônomo Manuel Pereira Reis e pelo pintor Décio Vilares. Foi inspirado na bandeira do Império, que havia sido desenhada pelo pintor francês Jean Baptiste Debret. O dístico positivista “Ordem e Progresso” foi sugerido por Benjamim Constant a Teixeira Mendes, que na íntegra expressava “Amar por princípio, ordem por base e progresso por fim”.  As constelações da bandeira correspondem ao aspecto do céu, na Cidade do Rio de Janeiro, do dia 15 de novembro de 1889.