OAB SP RENOVA 42% DO CONSELHO SECCIONAL


16/01/2007

Na eleição de novembro foram eleitos 18 novos conselheiros efetivos e 20 suplentes.


 

No total, a OAB SP – maior seccional da Ordem dos Advogados do Brasil com 250 mil inscritos – conta com 60 conselheiros seccionais titulares (incluindo a Diretoria) e 30 suplentes, além de três conselheiros federais efetivos e dois suplentes que representam São Paulo perante o Conselho Federal da entidade, em Brasília. Do quadro atual de conselheiros seccionais, 47 foram reeleitos e 38 são novos nos cargos, totalizando um percentual de 42,23% de renovação. Neste cálculo não está incluída a Diretoria. Em números absolutos, são 18 novos conselheiros efetivos e 20 suplentes. Do quadro de conselheiros seccionais, apenas nove são mulheres: a vice-presidente,5 titulares e 3 suplentes.

 

O presidente reeleito da OAB-SP – Luiz Flávio Borges D’Urso – comanda a primeira Sessão Ordinária do Conselho Seccional, reunindo todos os conselheiros seccionais e federais da gestão 2007-2009, no  dia 5 de fevereiro, às 15 horas, no Plenário dos Conselheiros (Praça da Sé, 385 – 2º andar). Na oportunidade,  serão entregues as Cédulas de Identidade dos conselheiros. Participam também da sessão toda a Diretoria da Ordem: a vice-presidente, Márcia Regina Machado Melaré; o secretário-geral, Arnor Gomes da Silva Júnior; o secretário-geral adjunto, José Maria Dias Neto; e o diretor-tesoureiro, Marcos da Costa. Somente Dias Neto cumpre primeiro mandato, os demais foram reeleitos.

 

“Os conselheiros tomam decisões que afetam sobremaneira a classe e definem posições da Seccional sobre as mais diferentes matérias. Por isso, nossas sessões são importantes,  porque nelas decidimos, democrática e abertamente, questões cruciais para a advocacia. Nestes encontros, traçamos os rumos da entidade e da profissão”, avalia D’Urso.

 

Com atribuições importantes, compete privativamente ao Conselho Seccional da OAB-SP: editar o regimento interno e resoluções; criar subsecções; fiscalizar a aplicação de receitas, apreciar relatório anual, delibera sobre balanço e contas da Ordem; fixar a tabela de honorários válida para o Estado de São Paulo; realizar o Exame de Ordem; decidir sobre pedidos de inscrição nos quadros da classe; manter cadastro de inscritos; fixar contribuições, preços de serviços e valores de multas; determinar critérios para vestuário dos advogados, no exercício profissional; aprovar ou modificar orçamento anual; definir composição, funcionamento e membros do Tribunal de Ética e Disciplina; montar listas para preenchimento dos cargos nos tribunais judiciários, entre outras.

 

Veja o quadro de Conselheiros Seccionais para a gestão 2007/2009:

 

Américo de Carvalho Filho, Anibal Monteiro de Castro, Antonio de Souza Correa Meyer, Braz Martins Neto, Carlos Alberto Expedito de Britto Neto, Carlos Alberto Maluf Sanseverino, Carlos Pinheiro, Cicero Harada, Cid Antonio Velludo Salvador, Claudio Bini, Clemência Beatriz Wolthers, Edson Cosac Bortolai, Edson Roberto Reis, Eduardo Cesar Leite, Eli Alves da Silva, Estevão Mallet, Euro Bento Maciel, Everson Tobaruela, Fabio Marcos Bernardes Trombetti, Fabio Romeu Canton Filho, Ferdinando Cosmo Credidio, Fernando Guimarães de Souza, Fernando José da Costa, Flávio José de Souza Brando, Frederico Antonio Gracia, Gabriel Marciliano Junior, Henrique Crivelli Alvarez, Horácio Bernardes Neto, Ivette Senise Ferreira, Jarbas Andrade Machioni, João Emilio Zola Junior, João Luiz Ribeiro dos Santos, Jorge do Nascimento, José Leme de Macedo, José Luiz de Oliveira, José Tarcisio Oliveira Rosa, Luiz Donato Silveira, Manoel Roberto Hermida Ogando, Marcio Aparecido Pereira, Marcos José Bernardelli, Mario de Oliveira Filho, Martim de Almeida Sampaio, Nelson Alexandre da Silva Filho, Ricardo Hasson Sayeg, Roberto Pavanelli, Romualdo Galvão Dias, Rui Augusto Martins, Sebastião Botto de Barros Tojal, Sergei Cobra Arbex, Sidnei Alzidio Pinto, Sindoval Bertanha Gomes, Sonia Aparecida Costa Mascaro Nascimento, Tallulah Kobayashi de A. Carvalho, Umberto Luiz Borges D´Urso, Yara Batista de Medeiros, Alexandre Barros Castro, Anna Carla Agazzi, Antonio Carlos Roselli, Aristeu José Marciano, Armando Arthur Ostler Filho, Arnoldo Wald Filho, Augusto Rocha Coelho, Carlos Luiz Galvão Moura, Carlos Roberto Fornes Mateucci, Darmy Mendonça, Debora Guimarães Barbosa, Durvalino Picolo, Fátima Pacheco Haidar, Genildo Lacerda Cavalcante, Hedio Silva Junior, João Baptista de Oliveira, João Carlos Rizolli, Johan Albino Ribeiro, José Antonio Cremasco, Jose Carlos de Carvalho Carneiro, José Eduardo Tavolieri de Oliveira, Leroy Amarilha Freitas, Luiz Antonio Ignácio, Luiz Celso Rocha, Luiz Henrique Druziani, Marcelo Ferrari Tacca, Marco Antonio Zito Alvarenga, Mauricio Fernando Rollemberg de Faro Melo, Rossano Rossi, Valdomiro Pisanelli.

 

Conselheiros federais: Aberto Zacharias Toron, Norberto Moreira da Silva e Raimundo Hermes Barbosa (efetivos); e Jorge Eluf Neto e Luiz Eduardo de Moura (suplentes)