A caminho da reforma política?