Bomba no Fórum João Mendes


31/05/2001

Bomba no Fórum João Mendes

O presidente em exercício da OAB-SP, dr. Orlando Maluf Haddad, obteve junto à presidência do Tribunal de Justiça, a confirmação de que foi uma bomba de fabricação caseira, que explodiu no 16 andar do Fórum João Mendes, hoje, por volta das 13h30, quando circulavam milhares de usuários e advogados. A Presidência do TJ informou à OAB-SP que todos os prazos de Cível e Família foram automaticamente prorrogados e que o prédio deve ser reaberto amanhã.

O secretário geral da OAB-SP, Valter Uzzo, acompanhou os desdobramento do incidente, logo após a explosão. "Ficamos tranquilizados ao saber que foram registradas poucas vítimas leves que no local", disse. Uma das vítimas é Elaine Vieira, secretária de um advogado.

Segundo Haddad, a Ordem pretende acompanhar todas as investigações e exigir do Secretário de Segurança Pública do Estado, Marco Vinicio Petreluzzi, para que determine providências no sentido de garantir a segurança da população e dos advogados nos fóruns da Capital."Se este ato teve o intuito de pressionar o Judiciário, repudiamos com mais veemência, uma vez que a cidadania depende de um Poder Judiciário independente e autônomo", afirmou o vice-presidente.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB-SP, pelos telefones 3105-0465 e 239-5122, ramal 224.