Direitos Humanos pede intervenção na Febem de Franco da Rocha


01/07/2002

Direitos Humanos pede intervenção na Febem de Franco da Rocha

A Comissão de Direitos Humanos da OAB SP oficiou à presidente da Fundação Estadual do Bem Estar do Menor (Febem), Maria Luiza Granado, e ao Promotor de Justiça da Infância e da Juventude, Oswaldo Monteiro da Silva Neto, a denúncia recebida sobre a prática de tortura contra o interno da Unidade 31 – Franco da Rocha, Willians da Silva Soares.

Segundo o coordenador da CDH, João José Sady, os relatos sobre as agressões praticadas contra o interno são configurados como crime hediondo e exigem uma intervenção urgente, mesmo que em caráter preventivo. “A Unidade precisa ser revistada e seus dirigentes afastados para que sejam apuradas as denúncias e cortar o mal pela raiz”, declara Sady.

Sady também sugere que seja instituída uma fiscalização regular das Unidades da Febem para erradicar a prática da tortura. “Estamos recebendo constantes denúncias de maus-tratos na Febem e já oficiamos inúmeros pedidos de providências da diretoria. Acredito que a melhor forma de enfrentarmos os maus agentes ”, comenta o coordenador.

Mais informações para a Imprensa pelos telefones (11) 3105-0465 ou 3241-5122, ramal 224.