Presidente em exercício se manifesta sobre assassinato de advogado no Guarujá


07/10/2002

Advogado Assassinado no Guarujá

NOTA

A OAB SP lamenta o assassinato do advogado, José Roberto Alves Vieira, 44 anos, no Guarujá, ontem (6) e se solidariza com parentes e amigos. O suspeito do crime é um ex-cliente condenado pela Justiça, que está foragido, e que também alvejou um assessor que acompanhava o advogado.

Este crime, por motivo torpe, não pode ficar impune. A impunidade é uma das vigas de sustentação dos homicídios, modalidade na qual o Brasil é líder global, segundo a Organização Mundial da Saúde, registrando 23 mortes anuais para cada 100 mil habitantes. A OAB SP espera das autoridades imediata apuração do caso e prisão do suspeito.

São Paulo, 7 de outubro de 2002


Orlando Maluf Haddad
Presidente em exercício da OAB SP