Direitos Humanos pede inspeção no 45 DP


13/01/2003

Direitos Humanos pede apuração

A Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP protocolou junto à Corregedoria do Departamento de Inquérito e Polícia Judiciária de São Paulo uma solicitação de inspeção da carceragem do 45º Distrito Policial de São Paulo, na Vila Brasilândia. No local, celas com capacidade para 30 detentos estariam sendo ocupadas por 172 presos.


A denúncia chegou à Comissão através de notícias publicadas na imprensa no dia 2 de janeiro, quando alguns dos presos explodiram a parede do banheiro de um dos xadrezes para tentar uma fuga, o que acabou sendo coibido pelos guardas de plantão. Segundo dados coletados pelos repórteres, as quatro celas da unidade estariam em igual condição, considerada ‘horripilante’ pelo coordenador da Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP, João José Sady.


“A situação maltrata frontalmente o disposto no artigo 5º, inciso XLIX da Constituição Federal. A situação é agravada pela época do ano, em que as temperaturas são altas, podendo haver conseqüências ainda mais graves. Nossa solicitação é que seja feita uma inspeção e adotadas as providências cabíveis”, frisa Sady.



Mais informações para a imprensa nos telefones 3291-8175/79