Ato em apoio ao ministro Franciulli Neto


12/02/2003

Ato em apoio ao ministro Franciulli Neto

O presidente em exercício da OAB SP, Orlando Maluf Haddad, participa hoje, às 18 horas, de ato em solidariedade ao presidente do Conselho Federal e ao ministro do STJ, Franciulli Neto, promovido pelo Instituto dos Advogados de São Paulo. O ministro manifestou-se favoravelmente ao pedido do presidente do Conselho Federal da Ordem, Rubens Approbato Machado, de afastamento do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Nilson Naves, sua mulher, Adélia Cecília Menezes Naves, funcionária do Tribunal, e magistrados citados nas denúncias de concessão de habeas corpus em favor de traficantes, além do ministro Vicente Leal, também acusado em relatório da Polícia Federal de envolvimento no esquema.

Franciulli Neto apoiou a posição de Approbato e solicitou a transcrição em ata das fitas citadas em um artigo do presidente da OAB, publicado no jornal "Folha de S. Paulo", do dia 31 de dezembro. Nesse artigo, intitulado “Quando o Judiciário é suspeito”, Approbato citava trecho de reportagem da revista "Veja", segundo a qual os traficantes, em uma das conversas gravadas pela Polícia Federal, envolvem parentes do presidente do STJ.

O Conselho Federal da OAB também encaminhou ontem (11), ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, ao próprio Nilson Naves, e ao ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, nota oficial da entidade exigindo transparência na apuração das denúncias envolvendo ministros do STJ, bem como o afastamento dos investigados de seus cargos para que haja imparcialidade nas investigações.

Mais informações para a Imprensa pelos telefones (11) 3291-8175/8182.