Novas Manifestações pela Paz


07/03/2003

Novas Manifestações pela Paz

O Comitê Internacional de Resistência à Guerra contra o Iraque está programando uma série de atos pela Paz para as próximas semanas. Uma das maiores manifestações está prevista para acontecer no dia 15 de março, em solidariedade ao movimento contra a guerra nos Estados Unidos, que irá marchar em direção à Casa Branca, com a participação de delegações de 34 países, inclusive do Brasil.
O Comitê São Paulo contra a Guerra ao Iraque - formado pela Comissão de Direitos Humanos da OAB SP e diversas outras entidades da sociedade civil - está organizando nova manifestação em defesa da paz na capital paulistana, no dia 15 de março, que deverá manter o trajeto do evento anterior, com concentração dos participantes no Masp e caminhada até o parque do Ibirapuera. O Comitê promove coletiva no dia 12 de março, às 15 horas, na sede da CUT.

No ato de fevereiro, o Comitê mobilizou mais de 30 mil pessoas e pretende repetir o sucesso dessa iniciativa no dia 15 de março. Amanhã (8), Dia Internacional da Mulher, a Marcha Mundial de Mulheres realiza passeata pela paz e pela ampliação da participação política das mulheres pelas ruas centrais da cidade, com saída da Praça da República, às 10 horas.No Rio de Janeiro, haverá, a partir das 15 horas, Passeata das Mulheres Contra a Guerra, na praia de Copacabana.

Em março, as manifestações pela paz em todo o mundo tiveram início já no 1. dia, quando milhares manifestantes franceses e alemães se reuniram na fronteira entre Estrasburgo e Kehl para dizer “não à guerra no Iraque” e pedir que seus países não ajudem a destruir a paz mundial. “A expectativa é que no próximo dia 15 de março consigamos colocar nas ruas o dobro de brasileiros protestando contra a guerra, que a cada dia parece mais próxima”, diz o coordenador da Comissão de Direitos Humanos da OAB SP, João José Sady. Para o dia 21, o Comitê Internacional está planejando assembléias e até mesmo greves e paralisações para chamar a atenção dos países aliados para a manutenção da paz.

Mais Informações na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.