MORRE THEOTONIO NEGRÃO


20/03/2003

MORRE THEOTONIO NEGRÃO

MORRE THEOTONIO NEGRÃO


O presidente da OAB SP, Carlos Miguel Aidar, divulgou hoje (20/3) Nota Oficial lamentando a morte do professor e jurista Theotonio Negrão. “ Os advogados passarão a ter dificuldades em advogar, porque Theotonio era referência para todos os operadores do Direito militantes”, disse Aidar. O corpo do jurista está sendo velado no cemitério São Paulo e será enterrado hoje, às 17 horas.
NOTA OFICIAL

A Secional Paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, com profunda tristeza, registra o falecimento do grande mestre do Direito, advogado Theotonio Negrão, cujos ensinamentos, reunidos principalmente nas obras Código de Processo Civil, Código Civil e Dicionário da Legislação Federal, lapidaram a formação das últimas gerações de advogados brasileiros. Há dez anos, o advogado Walter Ceneviva afirmou, com sabedoria, que Theotonio atingiu a suprema mercê de um jurista: tornou-se um substantivo comum, uma vez que as pessoas entram nas livrarias jurídicas e pedem um “Theotonio”.
Personalidade generosa e simples, marcada por extraordinária inteligência, estava sempre pronto a abrir espaços àqueles que o procuravam para usufruir de seus conselhos jurídicos. Theotonio Negrão sempre conquistava a todos com seu brilho e generosidade. Sua obra tinha um grande significado para a rotina dos advogados. Tornou-se uma espécie de “farol”, uma luz para iluminar os caminhos tortuosos da jurisprudência.
Desaparece um símbolo de orgulho da Advocacia e do Direito, mas permanecerá em nossa memória um exemplo de qualificação, de trabalho incansável, de ética, de dignidade e de grandeza.

Carlos Miguel Aidar
Presidente da OAB SP