Comissão pede fiscalização nos CDPs


11/06/2003

Comissão pede fiscalização nos CDPs

O coordenador da Comissão de Direitos Humanos da OAB SP, João José Sady, solicitou ao presidente do Conselho Penitenciário do Estado de São Paulo, Umberto Luiz Borges D´Urso, que o Conselho fiscalize os Centros de Detenção Provisória (CPDs).
<br><br>
Sady tem recebido freqüentes denúncias de que, por falta de funcionários, os presos dos CPDs estariam sendo levados e trazidos dos parlatórios &#8211; salas destinadas ao contato entre presos e advogados &#8211; pelos chamados &#8220;faxinas&#8221;.
<br><br>
O procedimento permite que os &#8220;faxinas&#8221; tomem conhecimento das conversas do preso com seu advogado e favoreceria o tráfico de artigos ilegais para dentro das prisões. Foi o que possibilitou, no ano passado, o brutal assassinato do preso Dionízio de Aquino Severo no Centro de Detenção Provisória (CDP) do Belém, diante da advogada Maura Marques.Para a Secretaria de Administração Penitenciária, esse procedimento ilegal não estaria ocorrendo. Diante da impossibilidade de a OAB SP fiscalizar os CPDs, Sady solicitou que o Conselho o fizesse.
<br><br>
Mais informações na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291.8175 / 82.