OAB SP recebe pedido formal de Desagravo de Greenhalgh


16/01/2004

OAB SP recebe pedido formal de desagravo de Greenhalgh

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Úrso recebeu nesta sexta-feira (16/1), às 10 horas, no salão nobre da OAB SP, em ato solene, pedido formal de Desagravo do advogado e deputado federal, Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP). O agravo decorreu da acusação formulada pelo preso Rodolfo Rodrigo dos Santos Oliveira que, em depoimento sigiloso, afirmou que o deputado teria participado de sessão de tortura, da qual ele (Oliveira) teria sido vítima, para que confessasse sua participação no assassinato do prefeito Celso Daniel.

O presidente D´Úrso lembrou que a OAB SP está sempre de prontidão para receber qualquer Desagravo, de qualquer advogado, em qualquer ponto do Estado, quando as prerrogativas forem violadas através de ofensa, cerceamento ou desrespeito profissional, mantendo-se a Ordem na defesa intransigente dos advogados. Para D´Urso, a manifestação em solidariedade ao advogado e deputado Greenhalgh marca a história de 71 anos da OAB SP pela sua dimensão. “ A tramitação do pedido continuará , mas o desagravo moral foi feito nessa data”, disse. O presidente do Conselho Federal, Rubens Approbato Machado, destacou que se, concedido o Desagravo, a sessão será conjunta com o Conselho Federal.

Em sua defesa, Greenhalgh afirmou que acompanhou os depoimentos do caso Celso Daniel em nome da Câmara Federal e do PT, ao longo de seis meses, e que foram realizados e testemunhados por delegados e promotores, tanto no Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado, quanto no DHPP e na Polícia Federal.
O ministro Marcio Thomaz Bastos leu mensagem de solidariedade a Greenhalg,enviada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o vice-prefeito, Hélio Bicudo, leu mensagem da prefeita Marta Suplicy. Outras mensagens foram lidas pelo advogado JB Oliveira, que comandava o cerimonial.

A Mesa dos trabalhos foi presidida por Luiz Flávio Borges D´Urso, e integrada pela vice-presidente da OAB SP, Márcia Regina Machado Melaré; pelo secretário-geral, Arnor Gomes da Silva Jr; pelo diretor-tesoureiro, Marcos da Costa; pelo presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas , Mario de Oliveira Filho; pelo advogado e deputado federal, Luiz Eduardo Greenhalgh; pelo ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos; pelo ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu; vice-prefeito Hélio Bicudo, pelo ministro das Telecomunicações, Miro Teixeira; presidente da Câmara Federal, pelo deputado João Paulo Cunha; pelo deputado Michel Temer, presidente nacional do PMDB; por José Genoíno presidente nacional do PT; pelo deputado Fleury Filho, presidente nacional do PTB , pelo senador Romeu Tuma e pelo príncipe dos advogados criminalistas, Waldir Troncoso Peres.

Mais informações na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.