D´Urso avalia ensino jurídico na posse em São José do Rio Preto


25/02/2004

Posse em São José do Rio Preto

O novo presidente da Subsecção de São José do Rio Preto, Flávio Marques
Alves, demonstrou seu grande entusiasmo com a presença do presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, na cerimônia de posse da nova diretoria no último dia 18, na Casa do Advogado.
Além de centenas de advogados da cidade, compareceram, ainda, presidentes das OABs , entre outras, de Bebedouro, Fernandópolis, Monte Azul Paulista, Mirassol, Santa Fé do Sul, Jales, Olímpia, Catanduva, Novo Horizonte, Urupês e outras cidades da região.

D´Urso, que faz questão de comparecer ao maior número de posses possíveis,abordou em seu discurso a união da classe e a importância dos
advogados dentro da sociedade brasileira: "Nós, advogados, não podemos
esquecer que somos agentes transformadores e precisamos estar presentes
durante os momentos históricos, aliás, como a OAB já fez em muitas ocasiões,
mas é preciso mais e mais. Não podemos dispensar a força que a categoria
representa; precisamos usar bem esse peso político para fazer aprovar
projetos em favor da nossa classe e de grande parte desguarnecida da
sociedade brasileira".

Para que isso aconteça, presidente da OAB-SP disse que essa força virá, além
da mobilização necessária, principalmente da formação humanística que os
advogados têm, uma base humanística que "nos faz repugnar os preconceitos de
todas as ordens, que nos dá uma gigantesca capacidade para entender o nosso
semelhante, nos faz compreender a fragilidade e a suscetibilidade dos seres
humanos, e, conseqüentemente, a fragilidade da justiça. Por isso, a
importância da qualidade de ensino, a fiscalização direta na criação de
novas escolas de Direito, ou seja, precisamos assegurar essa formação
humanística, tão importante para o futuro profissional. De alguma maneira
nós já conseguimos essa qualidade através dos Exames da Ordem, mas com nosso
poder de veto as faculdades de direito sem competência para funcionar, vamos
poder administrar bem essa questão“.

A formação profissional, segundo D´Urso, “é de suma importância, porque os advogados não podem ter medo de
defender o Estado de Direito, damos voz aos que não têm, aos que não sabem
como reivindicar, defendendo os cidadãos descobertos da Justiça e dos grupos
e partidos que só atuam e atendem interesses próprios". E finalizou "as
grandes mudanças acontecem com a presença dos advogado, somos
ponta-de-lança, precisamos estar diretamente com os três poderes do País, ou
seja, precisamos estar juntos em todos os projetos, temos responsabilidade
histórica, precisamos colaborar, mas, também, denunciar, permitindo, assim,
as garantias humanas preconizadas na Constituição a todos os cidadãos
brasileiros."