Posse em Ferraz de Vasconcelos


27/02/2004

Posse em Ferraz de Vasconcelos

A posse da nova diretoria da Subsecção de Ferraz de Vasconcelos,
município da Grande São Paulo, aconteceu ontem (26/2) no salão de
festas do Rotary Clube. Participaram do ato, além do presidente OAB-SP,
Luíz Flávio Borges D´Urso, diretorias de subsecções da Capital e de outras
cidades vizinhas como Poá, Suzano, Mogi das Cruzes, Guarulhos. Foi reeleita
para o cargo Maria Helena Pereira. Segundo ela, um grande orgulho, pois a
reeleição significa que a gestão anterior foi aprovada pela maioria dos advogados.

Um dos oradores da noite lembrou a origem humilde da Maria Helena, filha de
um carroceiro e dono de uma oficina de fundo de quintal que consertava
colchões e sofás. D´Urso usou como gancho a reeleição de Maria Helena para
lembrar que as mulheres hoje representam a maioria, mais de 50 por cento,
dentro da advocacia brasileira e que a atual gestão da OAB-SP, entre outras
prioridades, vai dar uma ênfase especial a essas profissionais, através do
Conselho da Mulher Advogada, trazendo a força dessas mulheres para
participarem dos projetos da OAB-SP, em favor da advocacia e,
conseqüentemente, do País. D´Urso enfatizou, ainda, que a origem pobre da
reeleita deve servir como um exemplo de coragem e tenacidade, de alguém
que, praticamente do nada, construiu um histórico de vida e profissional
belíssimos .

Traçando um paralelo com os ideais e projetos da atual OAB, D´Urso lembrou
que “é essa força e coragem de Maria Helena,que nós advogados da OAB
precisamos para construir um entidade cada vez mais sólida, necessitamos da
união de todos os advogados de cada subsecção, como a Ferraz de Vasconcelos,
por exemplo, para lutar contra as adversidades e trazer objetivos práticos
para o dia a dia de nossa profissão“. Mas, reforçou a idéia de que esse
esforço precisa acontecer dentro e fora, ou seja, em cada subsecção, mas,
também junto ao Congresso Nacional, lutar por uma Reforma Jurídica, mas, de
verdade, e não essa que está aí, pífia, que não toca no essencial, que é
a morosidade da justiça. Mas lembrou ainda que, “nós advogados, através das
OABs, precisamos fazer um trabalho de conscientização com a população, quem
sabe, até convocar, mobilizar o povo brasileiro para a necessidade dessas
reformas”. “E isso”, concluiu D´Urso, “é totalmente possível através das
OABs, que é, sem dúvida, uma das instituições mais confiáveis do País".

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.