OAB SP melhora condições de advogados no Fórum Trabalhista


23/06/2004

OAB SP melhora condições de advogaos no Fórum Trabalhista

A Comissão de Defesa da Advocacia - Núcleo Trabalhista da OAB-SP considera como atendidas suas reivindicações para que os recursos tecnológicos e as facilidades de trabalho prometidos com a inauguração do prédio do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP), no bairro da Barra Funda, estivessem disponíveis aos advogados. “Além de um espaço físico digno, os advogados trabalhistas precisavam ter acesso à uma série de medidas para facilitar sua atividade e as tratativas da Ordem com a presidência do TRT – 2ª Região possibilitaram este avanço”, analisa o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso.

A presidente da Comissão, Sônia Aparecida Costa Mascaro do Nascimento, realizou várias audiências com a presidente do TRT – 2ª Região, juíza Maria Aparecida Pellegrina, na busca de soluções. Entre as conquistas – explica Sônia Mascaro – está a unificação dos períodos de realização de audiências e atendimento das Secretarias das Varas de Trabalho, proporcionado maior agilidade para os advogados no seu exercício profissional. Agora, num mesmo período, o advogado pode, além de acompanhar audiências, consultar e retirar autos em carga, o que não vinha sendo possível devido à incompatibilidade de horários. As audiências eram marcadas entre 8 horas e 9 horas, mas o advogado tinha que esperar até às 11h30 pela abertura das Secretarias das Varas.

Em relação aos recursos tecnológicos, a Comissão solicitou a instalação de novos monitores, e a presidente do TRT , Maria Aparecida Pellegrina, informou que por falta de verbas não seria possível a aquisição de um terceiro monitor. Entretando, deferiu recomendação aos juizes de primeira instância para compartilharem o uso do segundo monitor com os advogados, para acompanhamento da redação das atas. Segundo, Sônia Mascaro, os advogados estão autorizados a utilizar aparelhos de scanner ou máquinas fotográficas para obtenção de cópias de autos, no balcão das Secretarias, procedimento que vinha sendo coibido pelos serventuários. Advogados e estagiários eram compelidos a realizar carga dos autos para fazer cópias no próprio Tribunal, acarretando perda de tempo e custos com a impressão.

Mais informações na Assessoria de Imprensa da OAB-SP, pelos telefones 3291-8182/8179.