Presidente participa da posse do ministro Eros Grau


01/07/2004

Posse do ministro Eros Grau

“ Toda a Advocacia se sente prestigiada, quando um advogado da magnitude do jurista Eros Roberto Grau ascende ao Supremo Tribunal Federal”, diz o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, que participou da posse do novo ministro do STF, nesta quarta-feira (30/6). A cerimônia foi realizada no Plenário da Corte, em Brasília, onde Eros Grau passou a ocupar a cadeira deixada pelo ministro Maurício Corrêa, aposentado em maio.A OAB SP também esteve representada pelo conselheiro honorário vitalício, Rubens Approbato Machado pelos conselheiros seccionais: Tallulah de Carvalho, Ivette Senise Ferreira e Fábio Romeu Canton Filho.

A solenidade foi aberta às 16h pelo presidente do STF, ministro Nelson Jobim. Os ministros Sepúlveda Pertence e Joaquim Barbosa, respectivamente o decano e o mais recente integrante da Corte, conduziram Eros Grau ao Plenário para o início da cerimônia. O diretor-geral da Corte, Miguel Augusto Fonseca de Campos prosseguiu com a leitura do termo de posse que foi assinado por Nelson Jobim, Eros Grau e pelo procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, assim como pelos demais magistrados da Corte.

Após a sessão solene, Eros Grau recebeu o cumprimento dos presentes no Salão Branco do Supremo. O ministro afirmou que o novo cargo representa uma grande transformação em sua carreira e acredita que saberá enfrentar o novo desafio. “A minha expectativa é de cumprir meu dever. Trago uma experiência tanto como advogado como professor que pode ser útil”, declarou.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, compareceu à cerimônia, assim como o vice-presidente da República, José Alencar, o chefe da Casa Civil, José Dirceu, o presidente do Senado, José Sarney, o presidente da Câmara do Deputados, João Paulo Cunha, o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Edson Vidigal, o advogado-geral da União, Álvaro Costa, ministros de tribunais superiores, magistrados, representantes do Ministério Público, e amigos e familiares do novo ministro do Supremo.