Ética na Política chega a Itapetininga


06/07/2004

Ética na Política chega a Itapetininga

O presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, faz amanhã (7/7) na cidade de Itapetininga, o lançamento local da campanha Movimento Ética na Política, às 9 horas, no salão nobre da Escola Estadual Peixoto Gomide (Av. Peixoto Gomide , 198). Estarão presentes diretores e advogados da Subsecção de Itapetininga, presidida por Ricardo Lopes de Oliveira.

O Movimento Nacional de Conscientização pela Valorização do Voto e pela Ética na Política, lançado no dia 21 de junho em São Paulo, conta com o apoio da CNBB, Associação Juízes para a Democracia, Comissão Nacional de Justiça e Paz, Movimento Voto Consciente, Instituto Ethos e outras entidades da sociedade civil. Segundo o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, o Movimento tem o foco voltado para a moralização de comportamentos, atos e práticas de candidatos durante a próxima campanha eleitoral e de políticos no trato da coisa pública. “Precisamos que os advogados e os cidadãos da região de Itapetininga se unam em torno desse movimento, que pretende se espalhar por todo Estado”, diz D´Urso.

Segundo o presidente da OAB-SP, o Movimento quer destacar que a ética tem implicações diretas sobre a gestão pública. “No material de divulgação da campanha, a OAB SP estará enfatizando que quando falta ética na política, falta casa para morar, falta segurança, falta emprego, falta comida no prato de uma criança e sobra abandono”, pondera D´Urso.

A Seccional Paulista pretende que esse Movimento se instale em todos as regiões do Estado através de suas 216 Subsecções, que irão capilarizar a campanha, e nos demais Estados brasileiros e Distrito Federal, por meio das 26 Seccionais da OAB. “Nossos objetivos são dois. Um, esclarecer e orientar a população sobre a importância do voto, dando um caráter educativo ao Movimento. E, em segundo lugar, buscar firmar um compromisso junto aos candidatos majoritários e proporcionais para que mantenham uma linha ética na condução de suas campanhas nesse pleito que se aproxima”, afirma D’Urso.