OAB SP VAI INTENSIFICAR GESTÕES CONTRA A GREVE


17/09/2004

OAB SP VAI INTENSIFICAR GESTÕES CONTRA A GREVE

No início da próxima semana, quando acontece a assembléia estadual dos servidores do judiciário, o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, pretende intensificar gestões junto ao governador do Estado, ao Tribunal de Justiça de São Paulo e às entidades representativas dos funcionários no sentido de encontrar um ponto de entendimento que leve ao encerramento da mais longa greve da Justiça de São Paulo, que está represando 1 milhão de ações e paralisando 12 milhões de processos. “Esse quadro representa prejuízos incalculáveis aos cidadãos e aos advogados, que estão há mais de 80 dias, enfrentando dificuldades financeiras para gerir seus escritórios”, diz o presidente da OAB SP.

“ O governador do Estado deve liberar uma suplementação de verba para o Judiciário Estadual, que terá condições de fazer uma contra-proposta aos servidores que, acredito, não chegará ao percentual pretendido, mas que poderá atingir um índice acima do oferecido até aqui”, afirma D´Urso. O presidente ressalta que a Ordem voltou a dialogar com lideranças dos servidores, e que se dispõe a atuar na mediação com o TJ . Nesta sexta-feira (17/9), uma comissão de serventuários esteve reunida no Tribunal, mas as negociações não prosperaram.

A OAB SP também está criando uma Comissão para elaborar um Projeto de Lei que discipline o direito de greve do funcionalismo público civil e está propondo a criação de uma Mesa permanente de negociações sobre reposição salarial do funcionalismo da Justiça. “ O acompanhamento da lei de greve é do interesse de toda a sociedade, porque não podemos no ano que vem, vivermos novamente uma crise da dimensão que estamos enfrentando hoje”, adverte D´Urso.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.