TERMINA GREVE DOS SERVENTUÁRIOS DA JUSTIÇA


27/09/2004

TERMINA GREVE DOS SERVENTUÁRIOS DA JUSTIÇA

Em assembléia estadual extraordinária, antecipada para esta segunda-feira (27/9), na praça do Fórum João Mendes, os funcionários da Justiça Estadual decidiram suspender a greve do Judiciário,deflagrada no dia 29 de junho, e que vinha há três meses paralisando a justiça estadual.Os servidores retornam ao trabalho nesta terça-feira (28/7), depois de 91 dias parados, com a promessa de manterem-se mobilizados contra a Resolução 189 do Tribunal de Justiça, que determina o desconto dos dias parados e o uso de férias e licença-prêmio para compensar os dias não trabalhados. Os grevistas prometem retomar o movimento caso haja algum tipo de desconto nos contra-cheques de outubro ou se o TJ não recuar nos processos administrativos contra os participantes de greve.

Segundo o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, essa decisão contempla o interesse público e encerra um período de crise para a Advocacia. Para o presidente da OAB SP, o fim da greve, porém, não resolve todos os problemas gerados pela paralisação. “É necessário manter os prazos processuais suspensos por, pelo menos, por 15 dias, para que os Cartórios e os próprios advogados possam se organizar. Caso a retomada aconteça de uma só vez, haverá uma carga gigantesca de intimações represadas, que trará novo impacto negativo sobre a Justiça, ” avalia D´Urso. Segundo ele, o presidente do TJ, desembargador Luiz Elias Tâmbara, foi receptivo à proposta e vai levá-la para apreciação do Conselho Superior da Magistratura , na próxima quinta-feira (30/9). Até esta data, os prazos processuais continuam suspensos.