SECCIONAL ESPERA DEFINIÇÃO DO TRF-3 SOBRE SISTEMA DE INFORMATIZAÇÃO


18/03/2005

SECCIONAL ESPERA DEFINIÇÃO DO TRF -3 SOBRE SISTEMA DE INFORMATIZAÇÃO

A OAB SP está aguardando para esta semana a definição da Justiça Federal - TRF- 3 sobre a continuidade da implantação do novo sistema de informatização para acompanhamento de processos (SR3), em decorrência dos transtornos que vêm causando aos advogados desde janeiro. A presidente do TRF-3, desembargadora Anna Maria Pimentel, deu um ultimato à empresa Computer Associates, responsável pelo sistema, para normalizar o serviço, sendo que a CA apresentou na última quinta-feira (17/3) um relatório, que está sendo analisado pela Comissão de Informatização Tribunal. 

" A Justiça Federal parou há três meses, desde que houve mudança no sistema e, embora possamos divisar boa vontade da presidência do Tribunal em melhorar a informatização no Tribunal , o problema persiste ainda nesta sexta-feira (18/3), sem solução e os transtornos continuam para os advogados", afirma a vice-presidente da OAB SP, Márcia Regina Machado Melaré. No dia 21 de janeiro, a OAB SP entrou com pedido de suspensão de prazos, atendido pelo TRF- 3 ao longo de dez dias.

Segundo Melaré, o grande prejudicado é o jurisdicionado. "São três meses perdidos, uma vez que só medidas urgentes estão tendo andamento, desde que o advogado leve o processo até a sala do juiz para o despacho. Pior: as intimações não são mais publicadas e isso é um indicativo da paralisação do Judiciário Federal em São Paulo", adverte Melaré. A vice-presidente da OAB SP chama a atenção ainda para o fato de que os advogados não conseguem mais acompanhar o andamento dos processos pelo site e nem indo pessoalmente aos cartórios.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.