ALEXANDRE DE MORAES RECEBE CARTEIRA DA OAB SP


16/08/2005

ALEXANDRE DE MORAES RECEBE CARTEIRA DA OAB SP

Na abertura da reunião mensal do Conselho Seccional, nesta segunda-feira (15/8), Alexandre de Moraes, membro do Conselho Nacional de Justiça e ex-secretário de Justiça e Cidadania do Estado, recebeu das mãos do presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, as duas versões da sua Carteira de Identificação de advogado (plastificada e brochura), para manter sob sua guarda, uma vez que não poderá exercer a Advocacia enquanto estiver integrando o Conselho Nacional de Justiça. “ Alexandre de Moraes fica como depositário dos documentos, tendo sido um parceiro dessa Casa enquanto titular da Pasta da Justiça, demonstrando total solidariedade durante o período de turbulência que passamos com as invasões de escritório de advocacia”, afirmou D´Urso. O presidente da OAB SP também entregou uma placa comemorativa para registrar a visita e um agradecimento formal de Moraes.

Alexandre de Moraes afirmou que desejou receber a Carteira de Advogado porque sua passagem pelo Conselho Nacional de Justiça será passageira. “ Coloco-me à disposição no CNJ, porque este Conselho é uma conquista dos advogados e da OAB, que lutaram pela sua concretização desde a Constituinte”, afirmou aos conselheiros. Segundo ele, o CNJ brasileiro não encontra paralelo com os modelos europeus em que foi inspirado, seja na estrutura ou finalidade. “ Podemos transformar o Conselho em um órgão realmente importante para pensar e melhorar o Judiciário, uma vez que no Brasil cada tribunal atua de uma forma”, garantiu. Moraes também afirmou que o CNJ já elaborou um regimento interno, visando dar celeridade à burocracia para democratizar a prestação jurisdicional.

Moraes também foi saudado pelo conselho nato da OAB e Seccional, Rubens Approbato Machado, que ressaltou as suas qualidades intelectuais como professor de Direito Constitucional da Universidade de São Paulo e a importância da questão disciplinar do Conselho Nacional de Justiça, uma vez que não há correição nos Tribunais de Segunda e Terceiro graus, apenas no primeiro. Approbato também ressaltou que a presença de Alexandre de Moraes é um indicativo da abertura do CNJ, que é uma luta histórica e uma responsabilidade da Advocacia.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.