OUVIDORIA AMPLIA ATENDIMENTO


19/08/2005

OUVIDORIA AMPLIA ATENDIMENTO

OUVIDORIA AMPLIA ATENDIMENTO



Criado como canal para receber reclamações, denúncias, críticas, sugestões ou mesmo elogios de advogados e estagiários inscritos na entidade, a Ouvidoria da OAB-SP contabiliza crescimento no número de atendimentos em 2005 em comparação com 2004. A principal atribuição da Ouvidoria é a representação dos 250 mil associados perante a entidade, defendendo seus interesses e o incentivando o exercício de participação na rotina da OAB-SP.



Segundo a vice-presidente da OAB-SP, Márcia Regina Machado Melaré, a quem a Ouvidoria está subordinada, a procura vem crescendo à medida que o órgão torna-se conhecido para os advogados e estagiários, que podem utilizá-lo para dar sugestões e reclamar de falhas na prestação de serviços oferecidos pela entidade ou opinar sobre atos vindos de membros do conselho, diretores, comissões, departamentos e funcionários da Ordem. “Trata-se de uma forma de submeter a atual administração ao crivo dos filiados, de forma transparente e democrática, que tem como proposta maior o bom funcionamento da entidade, a valorização do profissional e elevação do nível da Advocacia paulista”, diz Márcia Melaré , ressaltado que a Ouvidoria está estruturada para atingir a sua finalidade, contando com profissionais devidamente preparados, conhecedores do cotidiano da Ordem.



Para o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, a estrutura do órgão permite promover estudos e elaborar propostas, com a finalidade de aprimoramento organizacional da Seccional. “Como órgão de controle de atos e serviços da entidade, a Ouvidoria está capacitada a receber críticas e sugestões sobre os serviços e atendimentos prestados, transformá-las em ações que venham a solucionar o problema.”, diz D´Urso. Apenas advogados e estagiários de Direito podem acionar a Ouvidoria, por meio de manifestações, necessariamente identificadas, conforme a Constituição Federal de 1988, capítulo I, art 5º, parágrafo IV”, explica Antonio Carlos Padovan, ouvidor.



Mais informação na Assessoria de Imprensa da OAB-SP, 3291-8179/82