OAB SP PARTICIPA DE MARATONA COM 30 EQUIPES


02/09/2005

OAB SP PARTICIPA DE MARATONA COM 30 EQUIPES

No próximo dia 18 de setembro, 30 equipes da OAB SP participam da 13ª Maratona Pão de Açúcar de Revezamento, que acontece nas imediações do Parque do Ibirapuera, num percurso de oito voltas de 5.275 metros, totalizando 42,2 quilômetros. A largada ocorre às 7h30 e a concentração, aquecimento e alongamento, será em frente ao Obelisco. Com a proposta de socializar os participantes, nesta corrida ninguém corre sozinho. No mínimo em dupla. Ou seja, a prova transformou um esporte solitário em coletivo. Serão distribuídos R$ 50 mil em vale-compras nos supermercados das Lojas Pão de Açúcar para os três primeiros colocados, masculino e feminino, de cada tipo de equipe: oito, quatro e dois atletas.

Para o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, que tem se notabilizado pelo incentivo à participação de advogados em eventos esportivos, sobretudo as corridas, o mais importante é a conscientização da importância da prática esportiva como forma de atingir uma boa qualidade de vida, uma meta difícil de ser cumprida na dura rotina profissional. “O advogado inicia seu dia de trabalho muito cedo e termina muito tarde. Passa horas sentado, muitas vezes com postura errada. Alimenta-se mal e sofre com a tensão dos fóruns e das longas audiências. O esporte é melhor válvula de escape para tanto estresse, além de ser uma oportunidade de confraternização”, avalia D’Urso.

Nesta maratona, que neste ano tem 20 mil inscritos, existem três tipos de equipes, conforme o número de corredores – com dois (cada um corre 21.100 metros), quatro (10.550 metros) ou com oito (cada um corre 5.275 metros). Os corredores revezam entre eles ao longo do percurso. Há limite de idade. O condicionamento físico do participante funciona como limitador. Também ninguém precisa ser atleta para participar. Pensando nisso, o Departamento de Cultura e Eventos da OAB SP montará barraca apoio para atender aos advogados, com água, energéticos, frutas e atendimento de preparadores físicas para o aquecimento e alongamento. " Estamos incentivando a inscrição de mais advogados e acreditamos que novas equipes se formarão", afirma o diretor Cultural da Ordem, Umberto D´Urso.

Conforme o professor e preparador físico Álvaro de Mello, da Spring Basic, empresa de assessoria esportiva responsável pelas equipes da OAB SP, a proposta do revezamento é justamente congregar o maior número de pessoas em torno do esporte, de forma espontânea e sem compromisso com marcas. “Estamos preocupados apenas com qualidade de vida do advogado e como introduzi-lo na atividade física – caminhada, corrida e condicionamento – com orientação, de forma segura e equilibrada. Muitos já praticam esportes mas sem a devida orientação, o que pode trazer riscos à saúde”, diz Mello.