PARA PRESIDENTE, REFERENDO NÃO REFLETIU VONTADE DA SOCIEDADE


24/10/2005

PARA PRESIDENTE, REFERENDO NÃO REFLETIU VONTADE DA SOCIEDADE

PARA D´URSO, REFERENDO NÃO REFLETIU OPINIÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA


O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, tem dúvidas se a vitória do “não” no referendo sobre comercialização de armas de fogo e munição, ocorrido domingo (23/10), refletiu com fidelidade a vontade da sociedade brasileira.

“ O resultado ficou comprometido por duas questões: pela pergunta confusa, que levou grande parte dos eleitores a ter dúvida sobre o quê estava votando. E pela coloração política que o referendo acabou tendo, uma vez que ao encampar a defesa do ‘ sim’, o governo federal gerou votos de protesto ao seu desempenho, aumentando a adesão ao ‘não’ “, afirmou D´Urso.

Na avaliação do presidente da OAB SP – que votou pelo “ sim” - a pergunta do referendo engessou o debate sobre um tema complexo e não aprofundou o debate sobre o desarmamento e porte e posse de armas. Segundo D´Urso, o referendo traz à tona, novamente, a importância de se buscar medidas de combate efetivo da violência que, certamente, não passam pelo armamento da população brasileira.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.