DEBATE SOBRE VOTO SEGURO TRAZ PAULO HENRIQUE AMORIM


08/11/2005

DEBATE SOBRE VOTO SEGURO TRAZ PAULO HENRIQUE AMORIM

DEBATE SOBRE VOTO SEGURO TRAZ PAULO HENRIQUE AMORIM

Co-autor do livro “Plim Plim: a peleja de Brizola contra a fraude eleitoral”, o jornalista e escritor, Paulo Henrique Amorim¸ atualmente âncora do programa “Tudo a Ver”, da Rede Record,será um dos expositores do debate “Eleições Eletrônicas”, que a Comissão de Informática Jurídica da OAB-SP, com o apoio do Departamento de Cultura e Eventos realiza, no próximo dia 17/11, às 9 horas, no Salão Nobre da Seccional (Praça da Sé, 385, 1º andar).
" O voto no Brasil não é seguro porque falta a contraprova física. O resultado não pode ser conferido", alerta Amorim.

Além de Paulo Henrique Amorim, participam como expositores do tema o presidente da Comissão de Informática Jurídica da OAB-SP, Augusto Tavares Rosa Marcacini; o supervisor do Fórum do Voto Eletrônico da Internet e engenheiro formado pela Escola Politécnica da USP, Amílcar Brunazo Filho; e o professor Jorge Stofi, doutor em Computação pela Universidade de Stanford (EUA) diretor do Instituto de Computação da Unicamp. Marcacini adverte que a tecnologia é uma ferramenta, controlada pelo ser humano, que adquiriu uma mística, podendo ser usada para o bem ou para o mal.

Como importante “case” para o debate, está a fraude nas eleições para o governo do Rio de Janeiro em 1982, conhecido com o escândalo da Proconsult, empresa encarregada de processar a contagem de votos daquele pleito, vencido por Leonel Brizola (PDT), relatada por Amorim. Como subsídio à discussão na OAB-SP, o livro enumera estatísticas das possíveis fraudes, traça um pano de fundo que descreve as manchetes dos principais jornais do país, os diálogos e os bastidores da apuração da eleição, que ainda não utilizava urnas eletrônicas.No atual cenário eleitoral, a discussão estará centrada na necessidade de imprimir o voto eletrônico para segurança do processo.

Mais informação e inscrição (mediante uma lata de leite em pó integral) na Praça da Sé, 385, térreo.