D´Urso elogia nomeação de João Grandino Rodas para diretor da Faculdade de Direito da USP


30/06/2006


A Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo tem novo diretor. O advogado João Grandino Rodas foi nomeado para o cargo e seu mandato irá até 2010. Juiz aposentado, ex-presidente do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) especialista em Direito Internacional e natural de São, Paulo Rodas é bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais e doutor em Direito pela Faculdade de Direito da USP, bacharel e licenciado em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP e bacharel em Letras (português e francês) pela Faculdade de Filosofia N. S. Medianeira dos Padres Jesuítas.

Para o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, o novo diretor da Faculdade de Direito da USP terá significativa contribuição a dar para uma das mais prestigiadas instituições de ensino superior do País - pelo sua experiência profissional como advogado, professor e consultor - engrandecendo ainda mais sua história. “ Parabenizo o novo diretor e esperamos continuar mantendo uma  estreita cooperação  com a  Faculdade do Largo São Francisco ”, afirmou D´Urso.

Natural de São Paulo, capital. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da USP em 1969. Bacharel e licenciado em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo em 1969. Bacharel em Letras (português e francês) pela Faculdade de Filosofia N, S. Medianeira dos Padres Jesuítas em 1970. Diplomado em Piano, em 1964, na Faculdade de Música Sagrado Coração de Jesus.
Livre-docente em Direito Internacional pela USP, Rodas foi laureado com o Master of Laws na Universidade Harvard (Estados Unidos da América) em 1978. Em 1982, foi aprovado para a função de Professor Adjunto do Departamento de Direito Internacional daquela Faculdade de Direito da USP.

Dedicou-se ao magistério, na Faculdade de Educação e na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. A partir de 1987 passou a lecionar como Professor Colaborador do Departamento de Direito da Faculdade de História, Direito e Serviço Social da Universidade Estadual Paulista, em Franca-SP.

Além de professor, João Grandino Rodas atuou na iniciativa privada, como consultor jurídico , advogado e gerente do Departamento Jurídico de empresas. Em 1979 submeteu-se a concurso público e acedeu à carreira de Juiz do Trabalho da 2ª Região, deixando-a para ingressar, em 1982, também mediante concurso público, na magistratura federal da Seção Judiciária de São Paulo. Como advogado, integrou o conselho permanente da OEA e chefiou a consultoria jurídica do Ministério das Relações Exteriores nos governos Itamar Franco e Fernando Henrique.