OAB SP avalia seqüestro da equipe da TV Globo e seus desdobramentos


14/08/2006

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, divulgou nesta segunda-feira (14/8) Nota Pública avaliando o seqüestro de equipe da TV Globo e seus desdobramentos.

                                                NOTA PÚBLICA

      A Ordem dos Advogados do Brasil – Secção de São Paulo - vem a público manifestar sua solidariedade à Rede Globo de Televisão, que teve, no último dia 12 de agosto, uma equipe de reportagem seqüestrada por organização criminosa, fato grave que atesta que o crime organizado vem atuando num crescendo e incorporando novas estratégias criminosas.

      Diante da gravidade do episódio, observamos como acertada a decisão da emissora em exibir o vídeo da facção criminosa durante sua programação na madrugada de sábado, cumprindo exigência no sentido de preservar a vida do repórter Guilherme Portanova.

      Em que pese a abertura de um precedente para uso dos meios de comunicação para difundir mensagem de organização criminosa, todo esforço deve ser realizado no sentido de garantir a vida em uma negociação dessa natureza, que  sempre deve ser conduzida com prudência e serenidade.

      Lamentamos a ocorrência de mais esse ato de violência e esperamos que autoridades e sociedade se mobilizem no sentido de reagir e coibir que fatos semelhantes ocorram novamente. É um desafio que é possível superar, buscando a experiência de países que passaram por situações equivalentes e fazendo um trabalho de inteligência para se antecipar aos criminosos. Temos de nos unir para impedir que o crime organizado debilite as instituições, crie um clima de intranqüilidade generalizado e obrigue a mídia, sob terror e coação, a divulgar suas mensagens, colocando em risco o Estado Democrático de Direito e a liberdade de imprensa.

 

                                                                                                                 São Paulo, 14 de agosto de 2006.

 

                                            Luiz Flávio Borges D´Urso

                                            Presidente da OAB SP