OAB SP mantém suspensão de advogadas


18/08/2006

Câmara não acolheu os recursos interpostos.

A Terceira Câmara Recursal de Ética e Disciplina da OAB SP não acolheu recurso interposto pelas  advogadas Maria Cristina de Souza Rachado e Adriana Tellini Pedro, e manteve a suspensão preventivas de ambas por  90 dias, decidida pelo Tribunal de Ética e Disciplina da OAB SP, nos dias 19 e 23 de junho desse ano, respectivamente.

Segundo Arnor Gomes da Silva Filho, presidente da Terceira Câmara e secretário geral da OAB SP, a decisão foi por maioria de votos, cabendo recurso ao Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil.