Presidente do TRF-3 participa de Sessão do Conselho Seccional


18/09/2006

A desembargadora Diva Malerbi trouxe proposta para a retomada do debate sobre videoconferência.

 A presidente do TRF- 3, desembargadora Diva Malerbi, esteve presente , nesta segunda-feira(18/9) à Sessão Ordinária do Conselho Secional da OAB SP .  Ela propôs que  a ORDEM retome a discussão sobre o sistema de videoconferência no Estado. “ Trago a idéia para que possamos em comum acordo estudar uma regra de transição para isso. Trago o debate e gostaria de ouvir os senhores para que pensássemos juntos sobre esse processo”, comentou a desembargadora.  Segundo ela, isso poderia ser feito por meio de um encontro entre a OAB SP e juízes do Tribunal para traçar limites. “Sei que a questão é polêmica, mas se não discutirmos, não poderemos chegar a ponto nenhum”, disse. A desembargadora destacou que embora juíza de carreira, teve como berço a advocacia, e que todos os operadores do Direito devem atuar conjuntamente sem qualquer tipo de hierarquia.

 

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, ressaltou que a presidente do TRF-3  tem sido uma parceira e a Advocacia tem encontrado eco nos pleitos que encaminha ao TRF-3, mas que a OAB SP já apreciou a matéria. “ O Egrégio Conselho Seccional deliberou e extraiu posição de rejeição à videoconferência quanto ao interrogatório, reconhecimento, oitiva de testemunhas”, comentou D´Urso. O presidente comentou, contudo, que nada impede a Advocacia de fazer nova reflexão sobre o tema, ampliando para outras questões que envolvem o uso da tecnologia e a segurança. “ Há outros espaços para avançar, como da publicação dos despachos na íntegra pelo site, o que evitaria a presença dos advogados e estagiários nos Cartórios, reduzindo o trabalho nestes locais”, ressaltou D´Urso. A OAB SP  vem realizando reuniões de trabalhos mensais com o TRF-3 na busca de soluções para os  problemas da Advocacia.

 

O diretor da Escola Superior da Advocacia, conselheiro federal emérito e membro nato da OAB, Rubens Approbato Machado, também presente à sessão do Conselho,  destacou que a presença da presidente do TRF-3 demonstra o respeito que ela tem pela OAB SP e que  era a segunda  vez que um presidente da Justiça Federal participava de uma reunião do Conselho Seccional. Approbato ressaltou a necessidade de que sejam incorporados os avanços tecnológicos no Judiciário, sem ferir o devido processo legal , explicitado pela desembargadora, e alertou que os juizes  atualmente estão criando uma “ carapuça de medo” e caindo no  imobilismo. Problema que pede solução.