PRIMEIRA FASE DO EXAME DE ORDEM 132 REÚNE 20 MIL INSCRITOS


10/04/2007

Ao todo 20.160 bacharéis se inscreveram no Exame de Ordem 132, que acontece no próximo domingo (15/4).

A OAB-SP realiza, neste domingo (15/4), a primeira fase do Exame de Ordem 132, que recebeu a inscrição de 20.160 bacharéis em Direito. Nesta fase, a prova é objetiva e conta com 100 questões de múltipla escolha, com quatro opções de resposta abordando Direito Constitucional, Civil, Comercial, Penal, do Trabalho, Administrativo, Tributário, Processual Civil, Processual Penal, Processual do Trabalho e também sobre Estatuto da OAB, seu Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina. Para ser classificado para a segunda fase do Exame (marcada para 20 de maio), o candidato deve acertar, no mínimo, 50% das questões. O exame será aplicado em 27 cidades do interior, além da capital paulista.

Como ocorre tradicionalmente, a capital paulista tem o maior número de candidatos: 7.237. Na seqüência vêm São Bernardo do Campo, com 1.207 inscritos; Campinas, com 1.046; Santos, com 965; São José do Rio Preto, com 867; Osasco, com 833; Bauru, com 750; Ribeirão Preto, com 643; Sorocaba com 594; Guarulhos, com 535; Piracicaba, com 501; São José dos Campos, com 482; Marília, com 457; Mogi das Cruzes, com 443; Araçatuba, com 418; Taubaté, com 394; Presidente Prudente, com 387; Jundiaí, com 356; Franca, com 346; Araraquara, com 276; Americana, com 245; Bragança Paulista, com 218; São João da Boa Vista, com 207; Itapetininga, 188; São Carlos, com 156; Tupã, com 148; e Barretos, com 141. Espírito Santo do Pinhal fecha a lista com 120 candidatos inscritos.

Os candidatos devem chegar ao local da prova às 7h30  portando documentos de identidade original. Os portões serão fechados às 8h e a prova tem duração de 5 horas. Não é permitida a saída do candidato antes de 2h30 de seu início. Estão habilitados a participar da prova os bacharéis em Direito que concluíram o curso até o dia 30 de março último, mediante comprovação. É preciso também comprovar domicílio eleitoral no Estado de São Paulo por meio do título de eleitor ou ter concluído o curso de Direito no Estado.