D`URSO CONSIDERA POSITIVA DECISÃO DE NEUTRALIDADE DO CONSELHO FEDERAL


06/08/2007

Em sessão plenária, o Conselho Federal da OAB decidiu adotar posição de neutralidade frente ao Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros.

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, considerou positiva a decisão do Conselho Federal da OAB  que, em reunião do pleno, nesta segunda-feira (6/8), decidiu manter-se neutro sobre o Movimento Cívico  pelo Direito dos Brasileiros (Cansei). “ O Conselho Federal reafirma, dessa forma,  a autonomia das Seccionais para lançar e para aderir a movimentos no âmbito de seus Estados ou permanecerem neutras”, afirma D´Urso.

 

“ O próprio presidente do Conselho Federal, Cezar Britto colocou que a decisão dos conselheiros federais não fez nenhum juízo de valor sobre o Movimento, considerando-o legítimo e ressaltando que toda a sociedade deve se expressar com independência, porque isso faz parte da democracia”, disse D´Urso, lembrando que São Paulo defendeu o posicionamento de autonomia das Seccionais ao orientar o voto neutro de seus três conselheiros. 

 

D´Urso pondera, ainda, que a única Seccional da OAB que se posicionou contrária ao Movimento Cansei foi a  do Rio de Janeiro, isoladamente. “ Duas Seccionais já aderiram ao Movimento, Distrito Federal e Pernambuco. A Seccional do Rio Grande do Sul tem movimento semelhante e já há manifestações das Seccionais do Amazonas e Bahia no sentido de realizar movimentos com as mesmas propostas em seus respectivos Estados. O Conselho Federal também pretende discutir a criação de uma campanha de combate à corrupção e impunidade no Brasil”, destaca o presidente da OAB SP.