COMANDANTE DO IV COMAR VISITA A OAB SP


21/08/2007

O Major-brigadeiro-do-ar José Roberto Scheer foi recebido no gabinete da presidência pela Diretoria da Seccional.

Recém chegado a São Paulo, o major-brigadeiro-do-ar, José Roberto Scheer - que assumiu o IV Comando Aéreo Regional (IV Comar) -  foi recebido por toda a Diretoria da OAB SP, durante visita de cortesia que realizou nesta segunda-feira (20/8), às 17 horas, à sede da Ordem.

 

O presidente da Seccional, Luiz Flávio Borges D´Urso, convidou Scheer para ministrar uma palestra na OAB SP, lembrando que a entidade possui duas novas comissões  - de Direito Militar e Direito Aeronáutico,  que atuam em áreas de interesse comum  da Aeronáutica e colocou-se à disposição para iniciativas convergentes. “ A OAB SP em 75 anos de glórias e serviços prestados ao Brasil  e sempre interagiu com todos os setores da sociedade”, ressaltou.

 

Um dos assuntos que dominou o encontro foram os acidentes aéreos do avião da Gol e do Airbus da TAM, ocorrido há um mês. O major-brigadeiro lembrou que há outros 20 aeroportos comerciais no país com pistas menores que as de Congonhas. D´Urso comentou que há um pânico generalizado em torno do caos aéreo , que deveria ser visto como problema  a ser equacionado. A questão dos controladores de vôo também foi lembrada, sendo que o conselheiro e presidente da Comissão de Relações Corporativas e Institucionais, JB Oliveira, que foi controlador de vôo, comentou que no início de sua operação,  Congonhas ficava numa região com baixa densidade populacional.

 

O major-brigadeiro, que permanecerá no comando por dois anos, destacou que o Comar, que abrange São Paulo e Mato Grosso do Sul, congrega 20 mil homens . Anunciou que no final do ano, serão formadas as três primeiras mulheres pilotos de caça da América Latina. A notícia foi recebida com entusiasmo pela vice-presidente Márcia Regina Machado Melaré e pela conselheira e diretora adjunta da mulher advogada, Tallulah Carvalho, presentes à audiência. Comentando sobre o desafio das mulheres para ingressar num universo totalmente masculino, Tallulah lembrou que as primeiras ministras do STJ também passaram por percalços na adaptação.

 

O diretor-tesoureiro da OAB SP,  Marcos da Costa, o diretor secretário geral adjunto – José Maria Dias Neto, e o conselheiro e diretor cultural Umberto Luiz  D´Urso também acompanharam as explicações do major-brigadeiro sobre o mapeamento do país por radares através dos Cindactas (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), fatores de risco em vôos, os cursos de formação da Aeronáutica e o foco das investigações de acidentes aéreos, entre outros assuntos.