LIDERANÇAS VÃO A BRASÍLIA PEDIR VOTAÇÃO IMEDIATA DO ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL


03/10/2007

A Comissão do Negro e Assuntos Antidiscriminatórios da OAB SP, representada pelo seu presidente, Marco Antonio Zito Alvarenga,  e por sua integrante, Regina Célia da Silveira, uniu-se a lideranças do Fórum da Igualdade Racial , em Brasília,  na última quinta-feira (27/10), para pedir a autoridades do Executivo e Legislativo a votação imediata do Estatuto da Igualdade Racial, projeto de lei que está há quase dez anos parado na Câmara e estabelece, entre outros tópicos, sistema de cotas raciais para diversos setores, como mídia e universidades.

Os ativistas foram recebidos no Palácio do Planalto, no Congresso Nacional, na Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) e na Comissão de Direitos Humanos do Senado e levaram um abaixo-assinado com mais de 100 mil assinaturas pedindo a votação.

 

O projeto do Estatuto reúne um conjunto de ações e medidas especiais que, se adotadas, garantirão direitos fundamentais à população afro-brasileira.Participaram das reuniões cerca de 50 militantes, entre eles  Paulo Paim, senador e autor do projeto; Sinvaldo Firmo, do Instituto do Negro Padre Batista, frei Leandro da Silva, Thiago Tobias e Heber Fagundes, da Rede Educafro; Dojival Vieira, da coordenação do Movimento Brasil Afirmativo; Janete Pietá, coordenadora do Núcleo de Parlamentares Negros do PT; Carlos Santana, presidente da Frente Parlamentar de Igualdade Racial.

 

Os militantes do movimento foram recebidos no Palácio do Planalto pelo secretário executivo da Secretaria de Relações Institucionais, Márcio Favilla Lucca de Paula; e por Telton Elber, chefe de gabinete da ministra Dilma Roussef, da Casa Civil; e na Câmara, pelo presidente Arlindo Chinaglia. Alexandro Reis, subsecretário de Ações Afirmativas da Seppir, e Ivone Carvalho, assessora especial da ministra Matilde Ribeiro, acompanharam as reuniões, que terminou com a entrega do abaixo-assinado ao presidente do Senado, Renan Calheiros.