OAB SP ADERE AO PACTO DE AÇÃO EM DEFESA DO CLIMA


31/10/2007


  Durante o lançamento da Campanha em Defesa do Meio Ambiente, nesta quarta-feira (31/10) , a  OAB SP aderiu ao Pacto de Ação em Defesa do Clima  do  Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), que visa promover a adoção pelo Brasil de ações contribuam para reduzir as emissões de gases de efeito estufa na atmosfera.

 

Depois da divulgação do 4° Relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, as evidências científicas sobre o aquecimento global e suas conseqüências tornaram-se incontestáveis e é necessário que a sociedade se mobilize para deter esse processo. Se nada for feito para deter o aumento da temperatura na Terra, o Relatório aponta aumento de furacões, secas, inundações, além de danos irreparáveis ao ecossistema e à biodiversidade, o que comprometeria até a sobrevivência da humanidade no planeta.

 

Entre as ações propostas pelo Pacto estão a valorização da energia limpa, hábitos de consumo mais sustentáveis, agenda pró-ativa e construtiva no Brasil e, em termos mundiais, será necessário fortalecer o Protocolo de Quioto e impedir a concentração de CO2 na atmosfera para que não ultrapasse os limites suportáveis.

 

O Pacto propõe também a implantação de uma Política Nacional de Mudança Climática prevendo a fim do desmatamento, incentivo para uso de energia limpa, conscientização da sociedade quanto aos efeitos nocivos da mudança climática, metas de redução de emissões de poluentes, entre outras.

 

O Brasil é o quarto emissor de gases de efeito estufa do planeta. Cerca de 75% das emissões vêm do uso e ocupação do solo, da agropecuária e do desmatamento da Amazônia “, explica Flávio Menezes da Silva , da Comissão de Estudos sobre Créditos de Carbono.