OAB SP DIVULGA LOCAIS DAS PROVAS DO EXAME 134


23/01/2008

A Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB SP divulgou nesta quarta-feira (23/1) o Edital de convocação para o Exame de Ordem 134, com os locais de prova em todo o Estado, que acontece neste domingo (27/1), para 24.827 bacharéis inscritos.

A primeira fase do Exame de Ordem 134, que estava marcado para o dia 9 de dezembro do ano passado foi cancelada em decorrência da quebra de sigilo de conteúdo no âmbito das atribuições da  Vunesp, fundação que preparava e aplicava o Exame, segundo avaliação da OAB SP. A prova objetiva terá cinco horas (8h às 13 h) de duração, contendo 100 questões de múltipla escolha, que versarão sobre Direito Constitucional, Civil, Empresarial, Penal, do Trabalho, Administrativo, Tributário, Processual Civil, Processual Penal e também sobre o Estatuto da Advocacia e da OAB e Código de Ética e Disciplina.

 

O presidente da OAB SP – Luiz Flávio Borges D’Urso – destaca que para o candidato nada mudou a não ser a data da prova e alguns locais. “O número de candidatos, a inscrição e a taxa são os mesmos. Todavia, nenhuma pergunta da prova anterior será reutilizada”  afirma. Os bacharéis que acertarem, no mínimo, 50% das questões estarão habilitados a prestar a segunda fase do exame que será realizado no dia 9 de março.

 

D’Urso ressalta, ainda, que  medidas de segurança foram adotadas para esta edição do Exame de Ordem, que será realizada em parceria com o Cespe da Universidade de Brasília, empresa que substitui a Vunesp na aplicação da prova.  A OAB SP continua sendo responsável pelo conteúdo das provas, que serão diagramadas e reproduzidas na gráfica do Cespe,  que também será responsável pela guarda das cópias em sala-cofre. A Polícia Federal fará o acompanhamento da distribuição do material aos pontos de aplicação do teste.

 

Para D’Urso, o Exame de Ordem é indispensável, porque diante da proliferação das faculdades de Direito e do conseqüente rebaixamento da qualidade do ensino jurídico, “precisamos continuar a receber em nossas fileiras os bacharéis que tenham as mínimas condições para defender um cidadão e é isso que o Exame de Ordem tenta aferir”. O presidente da OAB-SP reforça que “o candidato deve estar minimamente preparado para, no dia seguinte da inscrição na Ordem, exercer bem a profissão e defender com desenvoltura os interesses dos seus clientes. O espírito que levou à criação do Exame de Ordem, na década dos 70, é a aferição desse conhecimento necessário para bem atender os interesses do cidadão”.

 

NÚMERO DE NSCRITOS  E LOCAIS

As provas serão aplicadas na capital paulista (9.062 inscritos) em três locais – Faap, Unip – Vergueireo e FMU – Liberdade e em  mais 28 cidades do interior: Americana (266 inscritos) , Araçatuba (503), Araraquara (322), Barretos(180), Bauru (797), Bragança Paulista (284), Campinas(1.296), Espírito Santo do Pinhal(181), Franca(387), Guarulhos (649), Itapetininga(364), Jundiaí(450), Marília(593), Mogi das Cruzes(610), Osasco(987), Piracicaba(529), Presidente Prudente(434), Ribeirão Preto(707), Santos(1.107), São Bernardo do Campo (1.587), São Carlos (188), São João da Boa Vista(250), São José do Rio Preto(1.109), São José dos Campos(556), Sorocaba(700), Taubaté(508) e Tupã(221).

 

INSTRUÇÕES PARA OS CANDIDATOS

Devem chegar com meia hora de antecedência. Somente será admitido à sala de prova o candidato que estiver portando um dos seguintes documentos de identidade original e dentro do prazo de validade, conforme o caso: Carteira de Identidade expedida pela Secretaria de Segurança, Forças Armadas, Polícia Militar, Ministério das Relações Exteriores; Cédulas de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe, que, por força de Lei Federal, vale como documento de identidade, como por exemplo: a Carteira de Estagiário expedida pela OAB, CREA, CRC; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como a nova Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia.

 

O candidato também deve portar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Não serão admitidas canetas fora dessa especificação. Também não será permitido o uso de lápis, lapiseira, borracha e corretivo de qualquer espécie durante a realização da prova.

Estão proibidos o uso de telefone celular, agendas eletrônicas, aparelho de BIP, walkman ou qualquer outro receptor de mensagens. Os candidato só poderão deixar a sala depois de 2h30 do início da prova.