OS DUZENTOS ANOS DA VINDA DA FAMÍLIA REAL PORTUGUESA E DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO ESTÃO NA TV CIDADANIA


29/01/2008

O programa entrevista o jornalista e diretor da Ed. Abril, Laurentino Gomes, e o desembargador Antonio Rulli Júnior.

" Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil” . Este é o subtítulo do livro “1808” , que conta a história da vinda da Corte Real Portuguesa ao Brasil e tema  desta semana da " TV Cidadania", programa semanal da OAB SP, que entrevista   o jornalista Laurentino Gomes, autor do livro .Entre as muitas histórias curiosas da vinda da família real, Laurentino fala  do advogado Paulo Fernandes Viana,  formado em Coimbra, que recebeu a incumbência de D. João de colocar a casa em ordem, por conta do crescimento da população e da criminalidade na cidade do Rio de Janeiro. Ele era o intendente geral de polícia, mas tinha um amplo espectro de atribuições no Brasil Colônia.

No mesmo programa o desembargador, Antonio Rulli Júnior, diretor da Escola Paulista de Magistratura, trata do Bicentenário da Justiça brasileira, que tem como marco histórico a elevação da Relação do Rio de Janeiro (antigo órgão judiciário, 1751-1808) à condição de Casa de Suplicação do Brasil em 10 de maio de 1808.

A TV Cidadania é exibida nos seguintes canais e horários:

TV Aberta (Canal 9 Net/ Canal 72 TVA) - terça-feira, às 21h30

 Rede Vida de Televisão - quarta-feira, às 21h, canal 34 UHF, Canal 26 NET, canal 45 TVA, canal 27 SKY, 221 Directv, e 03 Tecsat.

 TV Justiça - Inédito : sábado - 18h   /   Reprises : segunda - 07h ,  quarta - 06h ,  sexta - 10h

NET - 06, TVA - 60, SKY 29, Directv - 209.