COMISSÃO DA OAB SP VAI ACOMPANHAR INQUÉRITO DE ADVOGADO ASSASSINADO EM JACAREÍ


11/02/2008

Diante do falecimento do advogado Roberto Donizete de Souza, 52 anos, baleado na noite de 30 de janeiro, quando saia de um caixa eletrônico, na cidade de Jacareí, por dois homens em uma moto; o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, determinou que a Comissão Especial de Acompanhamento de Inquérito dos Advogados Vítimas de Homicídio, acompanhe o inquérito policial.

O presidente da Seccional  lembra que este é o segundo assassinato de advogado em Jacareí, onde também foi assassinado em 2005 o presidente da Subsecção local, Ângelo Maria Lopes Filho, de 38 anos, ao sair de seu escritório. “ Lamentamos a perda de mais um colega, vítima de um assassinato bárbaro. A advocacia unida vai exigir das autoridades competentes apuração deste crime  e punição de seus autores”, afirmou D´Urso.

 

 

Segundo o presidente da Subsecção de Jacareí, Carlos Tadeu dos Santos, o advogado que teve grande perda de massa encefálica chegou a ser socorrido com vida e foi internado  e depois transferido para o hospital Pio XII de São José dos Campos , vindo a falecer na madrugada de sábado para domingo de Carnaval ( 3 de fevereiro).  Donizete foi secretário  em duas oportunidades: de Bem-Estar Social da prefeitura de Jacareí,  gestão  1997 e 2000, e de Administração, gestão 1989 – 1992. Atualmente,  ministrava aulas como professor universitário  na cidade de São José dos Campos.

 

 

De janeiro de 2004 a novembro do ano passado, 26 advogados foram assassinados no Estado e uma advogada desapareceu. Destes homicídios , 9 foram solucionados e os demais continuam sendo apurados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. A OAB SP mantém um telefone e um e-mail para quem quiser informar pistas sobre os assassinatos de advogados, garantindo o anonimato dos informantes: (11) 3244-2013 e o endereço eletrônico: advogado.vitima@oabsp.org.br.