LANÇADA CAMPANHA CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA À MULHER


05/03/2008

Dentro das comemorações do Dia Internacional da Mulher, no dia 8 de março, a OAB SP lança novas campanhas contra a violência e pela preservação da saúde da mulher.

 

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, o presidente da Caasp,Sidney Uliris Bortolato Alves, , presidente da CAASP,e a primeira-dama do Estado, Mônica Serra,  abriram  nesta terça-feira (4/3), a Campanha Contra a Violência à Mulher - 2008 e   de prevenção à saúde feminina, com o lançamento  da Cartilha Saúde da Mulher,  coordenada por  Maria Célia do Amaral Alves . Ambas  iniciativas da Comissão da Mulher Advogada da OAB SP  e  fazem parte das homenagens ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março.

 

“A perspectiva para o futuro é o crescimento da atuação da mulher na sociedade. No entanto, muitas mulheres têm um dia a dia cruel. Elas são discriminadas, sofrem preconceito, intolerância só por ser mulher. E nós precisamos lutar contra isso. Precisamos concretizar a igualdade e, principalmente, lutar contra o maior problema das mulheres: a violência, que atinge as mulheres todos os dias, afeta a família, é crime e precisamos reagir”, afirmou D´Urso, na abertura do evento.

 

Segundo ele, a conscientização contra a violência à mulher deve ser permanente. “E se a mulher não tem como reagir, reagiremos por ela. Se ela não denunciar, denunciaremos por ela. Portanto, o compromisso da OAB SP é esse, levar a campanha às 218 subsecções, às unidades forenses e a todos os lugares possíveis e espalhar o slogan ‘Quantas vezes ainda vamos apanhar para aprender”, explicou o presidente.

 

 

 

Além do presidente D´Urso, da primeira-dama do Estado Mônica Serra, participaram da mesa dos trabalhos:  Tallullah Carvalho conselheira e diretora adjunta da Mulher Advogada, Helena Maria Diniz, ;  presidente da Comissão da Mulher Advogada e presidente da Subsecção da Lapa; ; Clarice D´Urso, integrante da Comissão da Mulher Advogada, Maria Célia do Amaral Alves, coordenadora da cartilha Saúde da Mulher ; Lúcia Bludeni,  presidente da Comissão do Terceiro Setor e  Ancila D´Urso.