NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE, A OAB SP LANÇA A CAMPANHA EM DEFESA DAS ÁGUAS


06/06/2008

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, nesta quinta-feira( 5/6), a OAB SP – por meio de sua Comissão do Meio Ambiente – lançou uma Campanha de Defesa da Água. A iniciativa consiste de um cartaz institucional, que será distribuído às 218 subsecções da entidade em todo o Estado de São Paulo, além de Salas dos Advogados em fóruns e outros recintos da Ordem. O cartaz traz o lema: “A poluição das águas coloca em risco a vida de muitas espécies. Começando pela nossa”, sobre uma imagem de uma mulher caminhando sobre um curso d’água tomado pelo lixo urbano, que expõe um cenário de tragédia ambiental, dentro de uma chocante plasticidade de alerta.

 Na avaliação do presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, num futuro próximo a água será um bem mais valioso do que o petróleo. Para ele,  São Paulo já conta com algumas iniciativas práticas que podem servir de exemplo, como a obrigatoriedade de uso de captação das águas pluviais nos novos prédios da cidade; a utilização de água de reuso para lavagem de ruas e passeios públicos; e agora passará a multar lavagem de carros em calçadas.

"No entanto, devemos ficar atentos para tudo o que acontece no cenário macro. O avanço do agronegócio para atender à produção de biocombustível, por exemplo, não pode deixar de ser uma solução para o crescimento econômico e se tornar um problema para a preservação ambiental decorrente de várias práticas como irrigação, assoreamento de cursos d’água e contaminação dos recursos com venenos agrícolas, genericamente classificados como defensivos agrícolas", adverte D’Urso.

O presidente resgata ainda a participação da OAB SP em diversas frentes que têm como escopo a conscientização da sociedade para práticas saudáveis para com o meio ambiente. Entre elas, cita um convênio firmado recentemente com a Sabesp (Saneamento Básico de São Paulo) em favor da despoluição do Rio Tietê; e da Campanha em Defesa do Meio ambiente com foco no aquecimento global. “Nestas iniciativas, colocamos toda a infra-estrutura física da Ordem, que tem 218 subseções, e humana que soma 280 mil advogados inscritos e três mil funcionários em todo Estado de São Paulo a serviço  da criação de uma consciência ecológica”, diz.

Segundo o  presidente da Comissão de Meio Ambiente, Carlos Alberto Maluf Sanseverino, a campanha na luta pela conscientização da sociedade sobre a importância de tomar cuidados com o meio ambiente e para a classe do advogados, que encontra neste campo mais uma frente de atuação. “Somente na atual gestão, a Comissão cresceu de 27 para mais de 300 membros, somente na cidade de São Paulo, além dos contingentes das subsecções, o que mostra interesse com a questão”.  Na avaliação de Sanseverino, “o meio ambiente está na moda porque estamos nos preocupando com o nosso planeta hoje mais do que nunca, porque o principal destinatário do meio ambiente antes de ser o mico-leão-dourado, a Mata Atlântica, as nossas praias, é o ser humano que não tem um plano B. Temos apenas essa casa para morar”.

 

Para Sanseverino, “trata-se de um debate premente no Brasil, uma vez que, embora o território brasileiro abrigue uma das maiores riquezas hídricas no mundo grandes contingentes populacionais no país não têm acesso a esses recursos.