SECCIONAL E ELETROPAULO DISCUTEM PARCERIA


16/06/2008

A OAB SP e a AES Eletropaulo Telecom realizaram, nesta quarta-feira (11/6), uma reunião para discutir parceria entre projetos desenvolvidos pelas entidades e voltados à educação. A Seccional Paulista da Ordem mantém, desde 1993, o projeto OAB vai à Escola e a AES Eletropaulo atua em comunidades carentes com as Casas de Cultura e Cidadania. O objetivo do encontro, que reuniu o conselheiro e presidente da Comissão da Cidadania e Ação Social da OAB SP, Nelson Alexandre da Silva Filho, Heloisa Melillo e Sheila Ferreira, ambas da AES - é unir as iniciativas e ampliar a atuação das entidades.

O projeto OAB vai à Escola iniciou-se em 1993  e tem como premissa orientar jovens para a vivência dentro dos parâmetros da democracia. São aulas de cidadania, que buscam repassar aos estudantes da rede pública os valores de uma vida melhor, distante das drogas e da violência, sempre com o enfoque nas diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente – o ECA. Aborda a maternidade precoce e suas conseqüências; leis trabalhistas, defesa do consumidor; os principais artigos da Constituição Federal, entre outros temas, nem sempre freqüentes nas discussões em sala de aula.

 

O OAB vai à Escola conta com a participação de advogados voluntários que, através da Cartilha ABC da Cidadania, explicam de maneira didática o que é ser cidadão, o direito à liberdade, à igualdade, à vida e a importância das leis. Também discutem com os estudantes assuntos de seu interesse, como drogas, direito do trabalho, corrupção na administração pública etc.

 

A AES Eletropaulo Telecom mantém a Casa da Cultura e Cidadania, que é um projeto sociocultural inserido em comunidades de alta vulnerabilidade social e oferece cursos regulares para crianças e jovens que estejam matriculados e freqüentando o ensino fundamental ou médio. Atualmente atende cerca de 1.000 crianças e adolescentes por unidade, oferecendo atividades nas áreas de música, teatro, dança, informática, artes visuais, além de reforço escolar. O projeto atua também junto à comunidade com atividades de geração de renda, alfabetização e educação para jovens e adultos. “ Essa parceria está em sintonia com o trabalho da OAB SP, capitaneado pelo conselheiro Nelson Alexandre, e que tem como foco a cidadania”, afirmou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso.