DEBATE SOBRE DISTÚRBIOS DO SONO


27/06/2008

O evento será no dia 1º de julho, às 9h30, no Salão Nobre da Ordem (Praça da Sé, 385, 1º andar).

 

Especialistas apontam que cerca de 60% dos brasileiros são afetados por distúrbios do sono. Os fatores para esses problemas são muitos: desde alimentação, uso de substâncias químicas, álcool até fatores orgânicos que causam doenças que impedem as pessoas de terem um sono capaz de recuperar energia física e psíquica.

 

Entre as doenças que influem na qualidade do sono estão o bruxismo, a fricção das arcadas dentárias; insônia, diminuição total ou parcial da quantidade de horas de sono; apnéia, quando a pessoa pára de respirar durante o sono; sonambulismo, quando, mesmo dormindo, a pessoa levanta-se, caminha, anda; sonilóquio, quando o paciente fala durante o sono; e terror noturno, quando, abruptamente, a pessoa senta na cama, grita, geme, chora, fica com os olhos arregalados, transpira, apresenta respiração e coração acelerados e volta a dormir, sem lembrar de nada do que aconteceu.

 

O tema será discutido durante a palestra “Distúrbios do Sono”, promovido pelo Departamento de Cultura e Eventos, com apoio da Comissão da Mulher Advogada, Comissão de Ação Social da OAB SP e CAASP, no dia 1º de julho, às 9h30, no Salão Nobre da Ordem (Praça da Sé, 385, 1º andar).

 

Ademir Baptista da Silva, médico, doutor em Medicina e professor adjunto de Neurologia da Unifesp, pós-doutorando em Medicina do Sono pela Universidade do Tennessee-Menphis, neurologista pela Academia Brasileira de Neurologia, especialista em Medicina do Tráfego pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego.

 

Inscrições na sede da entidade ou pelo site www.oabsp.org.br, mediante a doação de uma lata de leite em pó integral.