D´URSO LAMENTA MORTE DO MINISTRO MENEZES DIREITO


01/09/2009

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, recebeu com surpresa e pesar a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal, Carlos Alberto Menezes Direito, na madrugada dessa terça-feira (1/9), aos 66 anos, no Rio de Janeiro, vítima de câncer no pâncreas.

" O ministro Menezes Direito teve no Supremo Tribunal Federal o mesmo desempenho exemplar demonstrado ao longo de uma década, na qual atuou no Superior Tribunal de Justiça. O Brasil perde um grande jurista que, a despeito de suas convicções pessoais tomou posições progressistas frente à pesquisa cientifíca com células tronco embrionárias no país, estabelecendo parâmetros éticos, fundamentais para a construção do Biodireito. Ingressou na magistratura pelo Quinto Constitucional – Classe dos Advogados, tornando-se um orgulho para a Advocacia e exemplo de magistrado capaz e digno, com exemplar força de trabalho.É uma grande perda para a comunidade jurídica e para a sociedade brasileira", afirmou D´Urso.

Menezes Direito nasceu em Belém (PA) e formou-se bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, em 1965, tendo seguido carreira na advocacia até 1988, quando ingressou no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pelo Quinto Constitucional. Tomou posse no STJ em 1996 e no STF em 2007, substituindo o ministro Sepúmou posse no STJ em 1996 e no STF em 2007, substituindo o ministro Sepúlveda Pertence.