INAUGURADOS A CASA DA MEMÓRIA E O PORTAL HISTÓRICO


19/03/2010

Em 1932, a Revolução Constitucionalista uniu advogados, bacharéis e estudantes de direito na defesa da Estado de Direito.Quem quiser conferir alguns documentos referentes a esta data histórica, que marca também a fundação da OAB SP, pode visitar a mostra Primeiros Passos, que conta o início da seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil. A exposição traz outras relíquias, como livros sobre a história do Tribunal de Ética e Disciplina, fundado há 70 anos, fotos da inauguração da sede da Ordem na Praça da Sé, em 1955, a ata de criação das primeiras 28 subseções da OAB SP e uma cópia em escala da famosa catraca , que imitava o barulho de uma metralhadora para espantar os inimigos de São Paulo.

A Casa da Memória da OAB SP foi inaugurada no dia 9 de março e fica no térreo do prédio administrativo da Ordem,  à Rua Anchieta, 35, sendo uma realização da  Comissão de Resgate da Memória da OAB SP e  faz parte dos preparativos da  comemoração dos 80 anos da
Seccional, a serem completos em 2012. A Casa da Memória funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

“A Casa da Memória vai enriquecer não só a nossa jornada, mas acima de tudo inspirar os jovens. Em breve vamos ampliar o acervo com mais registros fotográficos e também sonoros. Entendo que esse projeto é fundamental para o resgate do passado e a construção do futuro”, declarou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso. 

No mesmo evento, foi colocado no ar o Portal da Memória da OAB SP, cujo endereço é www.oabsp.org.br/portaldamemoria O site conta a história da Ordem, de vultos do Direito, traz uma galeria dos presidentes da OAB SP e disponibiliza downloads, entre outras ferramentas.O projeto do portal foi elaborado pelo jornalista e webdesign  Carlos Ricardo de Souza Bovi.

“O projeto da Casa da Memória nasceu em 2004”, contou Fábio Trombetti, diretor do espaço. “Nesses seis anos colecionamos objetos como um quadro das Arcadas que encontramos. Pode ser que a nossa Casa da Memória surja tímida, não tão grande quanto gostaríamos, mas ela é reveladora do nosso passado precioso e temos que dividir essa riqueza.”

Trombetti  agradeceu a uma série de colaboradores, especialmente a Diretoria da Seccional, os membros da Comissão e fez um agradecimento especial aos fotógrafos do "Jornal do Advogado", Cristovão Bernardo e Ricardo Bastos.Também pediu mais recursos a D’Urso para ampliar o acervo da Casa da Memória, no que foi acolhido na manifestação do presidente. Um dos projetos do ex-presidente da Comissão de Resgate da Memória da OAB SP é a digitalização de atas, documentos e fotos.

Também prestigiaram a inauguração da Casa da Memória Fabio Canton, presidente da CAASP;  desembargador Paulo Ribeiro; engenheiro Aloísio Barros, presidente do Instituto de Engenharia de São Paulo; Umberto D´Urso, diretor cultural da OAB SP; Sergei Cobra Arbex, secretário-geral da CAASP; Martim de Almeida Sampaio, conselheiro seccional e coordenador de Direitos Humanos;  e Rui Augusto Martins, conselheiro seccional; Carlos Alberto Baptista, presidente da Comissão de Resgate da Memória, entre outras autoridades.

 

 

Tags: