ORDEM IRÁ ACOMPANHAR INQUÉRITO SOBRE MORTE DE ADVOGADA


11/06/2010

A OAB SP irá acompanhar as investigações da Polícia Civil sobre a morte da advogada Mércia Nakashima, da cidade de Guarulhos. Ela estava desaparecida desde o dia 23 de maio e seu corpo foi encontrado na manhã desta sexta-feira (11/6) na represa de Nazaré Paulista, a 90 km de São Paulo.

 O acompanhamento será feito pela Comissão Especial de Acompanhamento de Inquéritos dos Advogados Vítimas de Homicídio da OAB SP. A comissão foi criada em 2004 especialmente para auxiliar a polícia nas investigações sobre assassinatos, tentativas de homicídio e ameaças contra os advogados registrados na Seção Paulista da Ordem.

 

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, lamenta a morte da advogada e diz que uma das  preocupações da Ordem é saber se o crime está  ligado ao exercício profissional ou não. E que irá pedir ao secretário de Segurança Pública, Ferreira Pinto, uma investigação rápida, que aponte a autoria do crime.  “É lamentável a morte dessa jovem advogada, em circunstância violenta,  que ainda não conhecemos de todo”, afirma D´Urso, que também designou o presidente da Subsecção de Guarulhos Fábio de  Souza Santos,  para acompanhar o caso.

 

 

 

Sobre o advogado e policial militar aposentado, suspeito do crime,  Mizael Bispo de Souza, ex-namorado de Mércia, D´Urso afirma que é da competência da autoridade policial apurar sua eventual  implicação.