CAMPANHA CONTRA USO DE ÁLCOOL PELOS JOVENS SERÁ LANÇADA NESTA SEGUNDA-FEIRA


28/11/2010

Uma série de fotos amassadas de jovens enchem uma cesta de lixo, representando vidas jogadas fora. Essa é a imagem do cartaz da Campanha Contra o Uso Abusivo de Álcool que a OAB SP lança nesta segunda-feira (29/11), às 19 horas, em seu salão nobre (Praça da Sé, 385,1 andar) .

  “Essa campanha irá reunir representantes do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ministério Público, Prefeitura, Consulados, Polícias Civil e Militar, médicos e colégios. Queremos conhecer a opinião da sociedade sobre esse tema grave, uma vez que o álcool é a porta de entrada para outras drogas ilícitas consumidas pelos jovens”, alerta o conselheiro da Ordem, Cid Vieira de Souza Filho, que preside a Comissão de Estudos sobre Educação e Prevenção de Drogas e Afins, responsável pela campanha.

Segundo Cid Vieira, a campanha pretende conscientizar a população, uma vez que os pais são permissivos e toleram o consumo do álcool pelos filhos. “Não há quem não tenha uma história  triste para contar nesse sentido.  Na minha opinião, a legislação brasileira é branda, não inibe de forma eficiente a venda e consumo de bebidas por parte dos jovens, como acontece, por exemplo, nos Estados Unidos”, afirma Cid Vieira.

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, lembra que o alcoolismo  entre os jovens é um problema preocupante para o qual a sociedade ainda não deu a devida atenção. “A pesquisa nacional de saúde escolar do IBGE apontou que 71% dos estudantes ouvidos já experimentaram uma bebida com álcool . Isso é grave porque outras drogas se seguem ao álcool, com reflexos negativos na vida dos jovens, de suas famílias e da sociedade”, afirma

Dados do Governo Federal mostram que entre 2001 e 2005 o consumo de álcool por jovens de 12 a 17 anos aumentou de 48,3% para 54,3% e levantamento feito em 2007 sobre consumo de álcool apontou que 16% dos jovens entre 14 e 17 anos haviam consumiram bebidas alcoólicas em excesso nos últimos 12 meses. Entre os garotos, esse número sobe para 21% e cai para 12% entre as garotas. Outra pesquisa realizada entre estudantes constatou que o jovem tem o primeiro contato com o álcool aos 12,5 anos e as mortes provocadas pelo álcool, segundo o Observatório Brasileiro de Informações sobre Drogas (Obid), ultrapassaram os 6 mil, em 2005.O Governo Federal mantém 8.800 vagas em hospitais psiquiátricos, 243 centros de atenção psicossocial álcool e drogas (Caps-AD), Núcleo de Saúde da Família e 35 Consultórios de Rua.

Juntamente com o lançamento da campanha, os novos integrantes da Comissão serão empossados:  Cid Vieira de Souza Filho, presidente; Fábio Luciano Gomes Selhorst, Marcelo Manhães de Almeida, Maurício Silva Leite, Tallulah Kobayashi de Andrade Carvalho e Umberto Luiz Borges D’Urso como membros efetivos; Paulo Duarte Cibella, membro colaborador; e Agostinho Teixeira,Alfonso Presti, Antonio Carlos Malheiros, Antonio Penteado Mendonça, Ciro Pinheiro e Campos, Elisabeth Massuno, Guido Arturo Palomba, José Aurélio Ramalho, Lilian Cristina da Silva
Luiz Alberto Chaves de Oliveira, Reinaldo Correa e Silvana Regina Elias Leporace como membros consultores.