D'URSO CONSIDERA POSITIVA INDICAÇÃO DE CARDOZO PARA A JUSTIÇA


07/12/2010

“É com imensa satisfação que recebemos a notícia de que o advogado José Eduardo Martins Cardozo será o novo ministro da Justiça. Durante seus mandatos na Câmara Municipal, Cardozo destacou-se pela integridade, respeito, competência e liderança. Na Câmara Federal não foi diferente. Atuou com dignidade e valor. Por isso acredito que está preparado para ocupar com competência a pasta da Justiça e atuar dialogando com os operadores do Direito”, afirmou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso.

José Eduardo Cardozo é advogado, Mestre e doutorando em Direito e procurador do município de São Paulo desde 1982. É secretário-geral do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores, professor de Direito Administrativo da PUC SP e do Marcato Cursos Jurídicos - preparatório para ingresso nas carreiras do Ministério Público e Magistratura, é paulista e tem 48 anos.

Entre 1995 e 2003, Cardozo exerceu mandato de vereador pelo PT em São Paulo. Presidiu duas CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) na Câmara, a dos Ambulantes e da Máfia dos Fiscais, e foi presidente da Câmara em 2001e 2002. Em 2005, foi eleito deputado federal e reeleito em 2009.

É autor, entre outras, da lei que implantou o Dia da Vacinação do Idoso, lei que hoje beneficia idosos em todo o país. Integrou a CPMI dos Correios (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito), criada para investigar denúncias de irregularidades de agentes públicos na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

Cardoso é autor dos livros "Da Retroatividade da Lei", da editora Revista dos Tribunais, e "A Máfia das Propinas - Investigando a corrupção em São Paulo", lançado pela editora Fundação Perseu Abramo.