D´URSO ELOGIA ESCOLHA DE DAIELO PARA COMANDAR POLÍCIA FEDERAL


21/01/2011

“O trabalho de Leandro Daielo Coimbra na Superintendência da Polícia Federal de São Paulo, desde 2008, deu um novo caráter para as operações da PF realizadas no Estado, deixando um saldo positivo de sua gestão. No cargo também manteve um amplo diálogo com a advocacia no interesse da solução de problemas voltados à cidadania. Certamente, suas credenciais o habilitam a fazer um grande trabalho como diretor-geral da PF ”. Com essas palavras o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso comentou a indicação do novo diretor-geral da Polícia Federal.

 

Leandro Daielo Coimbra substitui Luiz Fernando Corrêa, que comandava a PF desde 2007. Durante sua posse, Daielo disse que “a instituição deve estar atenta e capacitada para enfrentar a questões decorrentes da globalização e de um forte crescimento econômico brasileiro, como evasão de divisas, movimentações no mercado de capitais e grandes eventos”. Para o novo diretor-geral da PF ainda será necessário “combater a corrupção, o tráfico de drogas e de armas e a lavagem de dinheiro”, relacionando alguns de seus objetivos à frente da PF, como a descentralização, uma política forte de gestão de pessoal, inserção internacional e qualidade na obtenção de provas.

 

O novo diretor-geral da PF nasceu em Porto Alegre (RS), tem 44 anos e é formado em direito pela PUC-RS. O novo diretor-geral da PF tem pós-graduação em gestão em políticas de segurança pública. Daielo entrou na PF em 1995 como delegado, seu último cargo foi de superintendente da PF no estado de São Paulo, desde abril de 2008. Leandro foi também membro do Conselho Nacional de Combate à Pirataria.