PRESIDENTE DA OAB SP ELOGIA INDICAÇÃO DE FUX PARA O STF


01/02/2011

“ Ao longo de sua carreira no Judiciário, o ministro Luiz Fux reuniu uma ampla experiência, atuando como advogado, promotor e magistrado. Essa vivência certamente é um atributo a mais que o credencia a realizar um trabalho de envergadura e relevância no Supremo Tribunal Federal, sucedendo ao ministro Eros Grau, que se aposentou e retornou à advocacia. O ministro Fux manteve laços com a OAB SP, pois por inúmeras vezes esteve na sede da Ordem para dividir com os advogados paulistas seu talento e experiência. Parabenizo a presidente Dilma Rousseff pela brilhante escolha”, ressaltou Luiz Flávio Borges D’Urso, presidente da OAB SP.

Luiz Fux, 57 anos, graduado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, filho de imigrante romeno, o advogado Mendel Wolf Fux, seguiu inicialmente a carreira do pai, exercendo a advocacia, a partir de 1976. Três anos depois tornou-se promotor de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.  Em 19883 fez concurso para a magistratura , chegando  ao posto de desembargador do Tribunal de Justiça do Rio em 1997. Em 2001, foi nomeado ministro do Superior Tribunal de Justiça. Recentemente , presidiu a Comissão de Reforma do Código de Processo Civil do Senado.

Sobre a carreira na magistratura comentou :“como magistrado, primeiro procuro ver qual é a solução justa. E depois, procuro uma roupagem jurídica para essa solução. Não há mais possibilidade de ser operador de Direito aplicando a lei pura. Nós aprendemos assim por força de um engessamento levado pela política de repressão, e que hoje não existe mais. O direito vive para o homem e não o homem para o Direito. É preciso dar solução que seja humana”.